Ernest Hemingway: «Um homem pode ser destruído mas não vencido.»

domingo, 24 de maio de 2015

E que tal perguntar aos interessados?..

João Damasceno, o presidente da ACIFF, na oportunidade, perante  António Tavares, vice-presidente da câmara,  e o ministro Poiares Maduro, defendeu a necessidade que a Figueira Foz tem de se se preparar para responder aos desafios que a região, o país e a Europa lhe colocam. Um desses reptos tem a ver com os refugiados, advogando que a cidade se posicione para recebê-los, tal como fez durante a II Guerra Mundial.
Falta saber:  quando os refugiados souberem o que é Portugal e a Figueira, será que quererão vir para cá?..

Sem comentários: