domingo, 29 de junho de 2008

Festa de S.Pedro 2008

Para ver a reportagem fotográfica alargada, clicar aqui.

Euro 2008: ponto final


Não é que a coisa da bola mexa comigo, mas ...
Antes de Portugal, o campeão antecipado, ser eliminado, ligava-se um aparelho de televisão, comprava-se um jornal, ouvia-se rádio e o assunto eram as cuecas de Scolari, as entrevistas futeboleiras aos alienados em comemorações nas ruas.
Foi demais.
Depois, passou-se ao outro extremo. Parece que o Euro 2008 acabou a seguir à partida entre Portugal e a Alemanha.
Por aqui, fica o aviso a quem gosta de futebol: a final joga-se daqui a pouco, pelas 19h45 m, entre a Alemanha e Espanha.

X&Q385


Festa de S.Pedro 2008 - 3º dia

Fogueira de S.Pedro
Grupo “ Ondas”
José Cid

sábado, 28 de junho de 2008

Estes “perigosos ambientalistas..."

Para ampliar, clicar em cima da imagem.

O fado não pode acabar

Momentos da festa




Tradição: a recolha das embarcações para a Procissão de amanhã.

X&Q388


Festa de S.Pedro 2008 - 2º dia

CANTA BRASIL
JET 7
Mais fotos AQUI.

Na véspera de São Pedro

Amanhã, é seguro:

é dia de São Pedro.

Também não é segredo,

que o cinto não tem mais furo...

quinta-feira, 26 de junho de 2008

Não se esqueçam que este fim de semana há Festa na minha Terra


“Comparado com outros anos, a noite de São João registou, desta vez, menos gente nas ruas. Visível por lugares vagos de estacionamento, em locais onde, ano após anos, é impossível estacionar o carro; visível pelo (pouco) movimento na avenida, sem pessoas aos magotes, à hora das marchas ou do fogo de artifício; visível pelas atracções da feira, sem filas dignas desse nome; e até por cadeiras e mesas vagas em cafés e esplanadas, em pleno “pico” da festa.”
Sabemos que a crise existe, que o tempo não está para muitas folias. Mas um dia não são dias: não se esqueçam que este fim de semana há Festa na minha Terra.

Junta de Freguesia de S. Pedro mete-se em “trabalhos” por causa de um atalho





Segundo o diário as Beiras do passado dia 24:

"Autarquia S. Pedro interveio ilegalmente na Praia do Cabedelo. A câmara aplaude a iniciativa e a CCDRC vai levantar um auto de notícia."

Mais pormenores na edição impressado diário As Beiras.

Lisboa Menina e Moça

A foto da capa do nº. 8 de LITORAIS é de PEDRO CRUZ

Acabou de sair o nº 8 da LITORAIS, Revista de Estudos Figueirenses, referente a Julho de 2008 e publicada pela Associação Doutor Joaquim de Carvalho.
Desta vez, a foto da capa é de PEDRO CRUZ.
Com esta edição, “completam-se quatro anos e nove números publicados desta revista”.
Nesta edição, nas palavras de um dos Coordenadores, António Tavares, sobressai “a arte e o trabalho de dois homens que serviram a nossa cultura: Luís Cajão e António Mesquita Figueiredo. O primeiro, fundador, pela palavra, da nossa história e do património de vivências, gentes e instituições; o segundo, arquivista e investigador, que soube trazer das brumas do passado os documentos que construíram parte daquilo que somos”.
Continuando a citar António Tavares, LITORAIS “tem o desejo estético de querer criar nos seus leitores o sentimento que nos faz pensar, estudar e escrever: a busca da paixão de saber sobre nós”.

X&Q389


quarta-feira, 25 de junho de 2008

Pela blogoesfera figueirense

A nível de comentários, o que se arranja é disto!.. E pior, muito pior!...
Estamos perante a questão dos meios e dos fins ...
E não podemos, nem devemos, culpar Maquiavel, por estas insensatas diatribes... Que são graves, pois atingem as liberdades individuais e a credibilidade democrática, conspurcando o normal exercício de actividades políticas ou, tão simplesmente, os direitos de cidadania dos cidadãos que se assumem com responsabilidade. Mas, isto interessa a alguém, acreditem.
É também por este nível de comentários que nada há a esperar desta Figueira. Alguns, chegam a roçar a indigência...
Que nojo.

Marchas Populares S. João 2008

Em todas as classificações, este ano a Sociedade de Instrução Tavaredense, fundada em Tavarede em 15 de Janeiro de 1904, foi aquela máquina!...

O mare e Tu

Sophia

Foto Pedro Cruz



Há muito que deixei aquela praia
De grandes areais e grandes vagas.
Mas sou eu ainda quem na brisa respira
E é por mim que espera cintilando a maré vasa.


Sophia de Mello Breyner Andresen, nasceu no Porto a 6 de Novembro de 1919 e faleceu em Lisboa a 2 de Julho de 2004.

X&Q386

terça-feira, 24 de junho de 2008

Amigo


Você é o mais certo nas horas incertas.
Já sabes: quando precisares "EU TAMBÉM ESTOU CÁ."

Gosto de musica, mas detesto gente ordinária



Alguém anda a tentar dar-me musica ...
Só que, para que conste, informo que já pertenço a um tempo em que os discos se dividiam em duas partes: o lado “A” e o lado “B”.
Era o tempo dos discos de vinil, que se riscavam nas pesadas agulhas dos gira-discos. Foi isso que aconteceu ao anónimo que pretende dar-me musica: riscou o disco.
Hoje, nestes tempos “sem memória”, tudo isso está ultrapassado com o CD.
Só que o CD não tem a resistência do “vinil”. Mal tratado o CD pouco resiste.
As coisas são o que são. Mesmo o maravilhoso, fabuloso, inquebrantável e duradouro CD dos tempos modernos, revela um comportamento idêntico ao do vinil: se o tratamos com cuidados de coleccionador, audófilo, ou outra espécie rara, aguenta-se como o vinil se aguentava com esses cuidados.

É cruel o mundo não é?
Nas guerras morrem milhares de adultos, mas quando uma criança é assassinada, aí é que acontece o verdadeiro crime.
E porquê?
Quando se mata um adulto mata-se parte da humanidade, mas quando se mata uma criança mata-se parte do futuro, isto é, mata-se a esperança...
É claro que isto é literatura...
Na vida, tal como nos livros, as transformações acontecem quando nos mostram aquilo que não queríamos ver. Nos livros interessam-me mais os que me dizem coisas que me sacodem, do que os que me dizem coisas que preferia nem saber.
Esses são os livros que contam...
Os outros, os que acariciam o ego, os que nos dizem coisas que sozinhos conseguimos ver, esses não interessam.
A vida, tal como a literatura, é uma bela mentira que tenta levar-nos sempre até à verdade. Por vezes de forma ínvia e ziguezagueante. Tal como a escrita que é uma mentira que tenta sempre alcançar a verdade.
No fundo, é a procura da aproximação ao humano.
Como disse anteriormente, continuo a gostar muito mais dos discos de vinil do que dos CDs. O vinil tem os dois lados, o “A” e o “B”.

Meu caro anónimo ordinário: a tua vida, a minha vida, todas as vidas têm algo de ritual. Todos fazemos coisas por necessidade, mas o que é importante é aquilo que corresponde ao nosso desejo íntimo às nossas necessidades íntimas.
Todos temos personalidade e essência. E os rituais servem para satisfação da personalidade.
Satisfazer a essência é algo mais complexo e doloroso, pode passar pela destruição da personalidade. Estou a falar, evidentemente, da essência no sentido da meninice e da pureza.
Tu, que penso que és Crente, conheces melhor do que eu a frase do Evangelho, que diz que só as crianças entram... Se calhar, é preciso voltar a ser menino, voltar a ser criança para entra no Reino dos Céus...
Espero que não seja necessário voltar aos 4, 5 anos....espero que voltar a essa pureza de intenções a essa pureza de sentimentos seja o suficiente...
Já sei que, realisticamente, temos de ter personalidade...até porque a sociedade, ou o meio a isso obriga...
Mas essa personalidade não pode tomar conta de nós e abafar a essência. O ideal seria encontrar o ponto de equilíbrio entre a essência e a personalidade.
Teríamos de mudar muito, não era? Sobretudo as prioridades, sobre a forma como encaramos e usamos a vida...
Mas isso daria muito trabalho...

Entretanto, se quer ver os seus comentários publicados, assine-os e veja se tem maneiras.
Também há por aqui Senhoras.

Ai meu amor se bastasse

domingo, 22 de junho de 2008

Sem ironia

Foto sacada daqui
Fiquei triste com a eliminação de Portugal do euro 2008.
Não tanto por mim, mas, por tantos e tantos, que perderam a oportunidade de, ao menos por mais 90 minutos, esquecerem que são cidadãos de um país falhado há mais de 800 anos!...
Mais uma vez, ficou adiada a hora de Portugal ser grande!...

FERNANDO PESSOA

Imagem sacada daqui

Arre, estou farto de semideuses!
Onde é que há gente no mundo?


Citação do Poema em Linha Reta, de Álvaro de Campos, um dos pseudónimos de Fernando Pessoa.

Vamos ser optimistas e acreditar que "a pressão da opinião pública ainda vai servindo para alguma coisa!.."

X&Q384

O negro fica-lhe bem

Outra perspectiva II

Foto:Pedro Cruz

sexta-feira, 20 de junho de 2008

Isto sim, é espectáculo


A Turquia acaba de fazer história ao eliminar a Croácia do Europeu 2008.

Esta equipa tem uma forma típica de jogar: a perder, dá a volta ao resultado nos últimos segundos de jogo. Depois do feito com a República Checa, agora foi a Croácia.
Num jogo muito calculista, as duas equipas chegaram ao final do jogo empatadas a zero golos. No prolongamento, a dois minutos do fim, a Croácia marcou um golo e quase ninguém acreditava que o resultado pudesse ser alterado. Engano. Mais uma vez, a fechar o pano, a Turquia voltou a marcar.
Seguiram-se as grandes penalidades. Os croatas mandaram duas bolas fora e outra foi defendida pelo guarda-redes turco.
A Turquia, pela primeira vez na sua história, está nas meias finais e vai defrontar a Alemanha.

Livra!...

"Porque apontaram deficiências na estratégia do FC Porto, algumas das pessoas que melhor dão a cara pelo clube, como Rui Moreira, Sousa Tavares e Manuel Serrão, estão a ser alvo de ataques virulentos. As instituições, tal como as pessoas, só engrandecem quando aprendem com os seus erros. E o pior desacerto é fingir que este nunca existiu. Tentar silenciar as vozes mais livres, logo mais escutadas, é típico de quem ainda não percebeu que a lógica da taberna tem os dias contados."
Felizmente que não estamos no Porto. Leia-se este comentário no blogue Mar Salgado:
“Pegando nos argumentos ridículos de MST tb posso afirmar que essa malta, que criticou a forma como o porto geriu a crise jurídico desportiva, não passam de queixinhas! E toda a gente sabe o que acontece aos queixinhas em Palermo!”
Sabendo-se como para aquelas bandas se passa facilmente de ataques virulentos para ataques violentos, dou graças a Deus por viver na Gala.
Apesar de, mesmo por aqui, ataques virulentos, mesmo à beira dos violentos, qualquer um está sujeito ... Por cidadão mais pacato que seja.
Se há coisa difícil em Portugal é ousar criticar um regedor!...

Amanhã, dia 21 de Junho, começa o Verão

Foto: Pedro Cruz

Despedida

rosadinho & coradinho (VIII)


Pescadores de sonhos

São maioritariamente reformados e devem uma vida ao mar.
Outra Margem esteve uma tarde destas, á conversa com os pescadores da Costa de Lavos que ainda continuam a zelar pelas suas tradições e costumes – as raízes.
“Se não fosse o mar, hoje, muitos de nós já não estávamos cá amigo”, disseram-nos em coro os velhos pescadores.
O “Mocidade da Costa” embarcação, que já navega desde a última quinzena de Maio nas águas que banham a freguesia de S.Pedro, leva sempre no pensamento dos tripulantes, à saída para o mar, a perspectiva de mundos e fundos, isto é, a expectativa de uma boa pescaria.
No entanto, nem sempre tudo corre bem. “Esperamos melhores dias, para já tem sido muito trabalho e pouco peixe, contudo, ainda agora é o inicio”.
Quando abordados pelo Outra Margem acerca do futuro da redinha, estes responderam: “ vemos muitos jovens na nossa terra, mas não acredito que queiram trabalhar aqui. É pena, pois, é uma tradição que não devia acabar e valoriza a nossa Terra.”
Mais fotos aqui.

quinta-feira, 19 de junho de 2008

X&Q374


Estamos fora do Euro 2008


Os alemães terminaram o jogo num sufoco...
Mas, aconteceu mais uma vez. As estatísticas confirmaram-se.
Ainda não foi desta que o futebol português vai ganhar uma competição a sério.
Nuno Gomes, ao marcar aos 40 minutos, e Helder Postiga a 4 minutos do fim, ainda nos fizeram sonhar!...
Foi curto, os números finais não deixam lugar a dúvidas: Portugal 2 Alemanha 3.
Estamos fora do Euro 2008. Os alemãos, apesar de Ricardo em todo o jogo apenas ter realizado uma defesa digna desse nome, foram superiores num pormenor fundamental: a eficácia na concretização.
Os jogos de futebol ganham-se com golos.
Portanto, parabéns Alemanha.
Embora seja uma grande decepção, Portugal perdeu só um jogo de futebol.
A vida vai continuar...Vai abrir-se um novo ciclo em Portugal. Esperemos que não só para o futebol.

Para combater o esquecimento

Vamos a eles

São as estatísticas que o dizem. O futebol português nunca ganhou uma competição a sério, logo, ‘estatisticamente’ a vitória está-nos vedada.
Daqui a pouco, perante a Alemanha, podemos começar a contrariar isso.
“O futebol é um fenómeno de identificação de emoções. Quanto muito será um risonho escape para as adversidades do dia a dia – o que é positivo. Mas o Governo não é deixado à vontade graças a uma Selecção vencedora, ainda que o tente. Como se viu na crise dos camionistas.
O futebol só é droga quando é mal jogado.”

Por isso, hoje, o futebol tem a sua importância: o título de campeões do Europeu 2008 ainda está ao nosso alcance. Vamos acreditar.
Citando o abrasivo á de moura pina, também considero que, “ hoje, é um dia diferente. Este conjunto de jogadores tem vivido nos últimos tempos da empatia e cumplicidade com o seu treinador. E não pretendo aqui discutir o seu valor. Não acredito que queiram despedir-se com uma derrota. E isso é por vezes determinante num jogo de futebol. Com o anúncio da hora de despedida, ao contrário do que muita gente parece querer insinuar e até talvez deseje, penso que Scolari acrescentou mais uma pitada da única coisa que trouxe para a selecção nacional de futebol. Logo saberemos se chegou.”
Vamos a eles Portugal.

Ocasionalidades

Foto:Pedro Cruz

Fado Toninho

X&Q382


quarta-feira, 18 de junho de 2008

ONDE PÁRA A ESQUERDA?


Numa entrevista à Rádio Renascença e ao Público, José Saramago recolocou a questão central:
"À direita não lhe interessa as ideias, porque pode governar sem elas; à esquerda deviam interessar-lhe as ideias, porque não tem outra maneira de governar senão com elas (...) Sem ideias, a esquerda vai-se estiolando. E mais agora, quando a pretensa salvação da esquerda é a aproximação ao centro. Mas a aproximação ao centro é a aproximação à direita."

"A esquerda não possui ideias de seu porque deixou de ler, de estudar, de reflectir, de analisar. Ajeitou o pretenso discurso a essa anomalia política, designada por "pragmatismo", e impôs a sua definição de democracia ao funcionamento dominante do capitalismo."

Baptista-Bastos
escritor e jornalista, hoje no DN

Esqueceram-se das janelas?.. (II)


A Ponte dos Arcos fotografada do portinho da Gala, em 18 de Julho de 2007, como podem confirmar clicando aqui.
Quase um ano depois, fotografada do mesmo local, a Ponte dos Arcos em 18 de Junho de 2007.Para ver melhor, pode aumentar as fotos clicando em cima.

Esqueceram-se das janelas?..

Foto: Pedro Cruz
A nova Ponte dos Arcos, ainda em construção!..
Ou, antes, uma “barreira de betão”?..
Eu não sou ambientalista, mas, isto, é projecto que se concretize?...
A Velha Ponte dos Arcos, que pode recordar em todo o seu esplendor clicando aqui, apesar dos arreliadores engarrafamentos, ainda vai ser recordada como um projecto bem concebido e integrado na paisagem.