.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

quinta-feira, 30 de abril de 2009

Terça-feira, Abril 05, 2005, já é muito tempo, por isso convém refrescar a memória…

Hoje, no diário as Beiras, na página de Política, referindo-se ao processo de escolha dos candidatos autárquicos do PS, em 2005, na Figueira, o doutor Vítor Batista dá a entender que não teve nada a ver com o "filme" da escolha do doutor Victor Sarmento em 2005. Em título pode mesmo ler-se: “Baptista responsabiliza direcção nacional pela escolha de Sarmento”.
O resto do texto é este:
O PRESIDENTE da Distrital de Coimbra do PS afirma que a escolha do candidato à Câmara da Figueira da Foz nas últimas eleições autárquicas foi da responsabilidade da direcção nacional do partido. "Foi o resultado dos acontecimentos desenvolvidos e que iam desenvolvendo-se que a escolha foi feita", esclarece. A "escolha final", continua, "resultou de uma sondagem encomendada pelo coordenador da altura para as eleições autárquicas, Jorge Coelho.
Victor Baptista afasta, desta forma, qualquer responsabilidade de ter avançado Victor Sarmento (que entretanto renunciou ao cargo de vereador em ruptura com a liderança concelhia) em vez de Luís Marinho. "Não tive acesso à sondagem que ditou a escolha,
mas iria no mesmo sentido das sondagens que eu enquanto presidente da Distrital tinha", conta. Conclui reiterando que "a última avaliação e decisão foram da direcção nacional do partido, órgão que comunicou que o candidato era Victor Sarmento
".”Não é que eu tenha nada a ver com isso, ou perceba alguma coisa destes políticos, ou de política, mas talvez seja interessante recordar algumas mentes de alguns "meninos traquinas" que estão na foto acima e são referidos no post do blog a beira mar , que revisitei clicando aqui.

A pérola do dia

Poder de síntese

"Não é relevante que Manuela Ferreira Leite tenha dito , ou não, que admitia uma coligação com o PS para depois das eleições.As circunstâncias são mais importantes do que esses desejos estratégicos. O problema está no facto de os portugueses já acreditarem pouco em cada um dos «Partidos estruturantes» isoladamente, e ainda confiarem menos se juntos no governo."

Parabéns


A Associação Naval 1º de Maio, foi fundada em 1 de Maio de 1893, passam amanhã 116 anos.

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Se isto rola assim em tempo de "vacas magras"...

Imagem sacada daqui ... depois da crise, como será?...

Autárquicas 2009 – PS e PSD à beira de desfazerem o tabu

Enquanto, uns, reúnem no próximo dia 4 de Maio, (“o secretariado figueirense do PS reúne no dia 4 de Maio para escolher o candidato às próximas autárquicas. São vários os nomes que estão em cima da mesa, mas apenas um deles deverá ser submetido ao escrutínio da concelhia, no dia 8 ou 9 do mesmo mês.”Beiras de hoje), os outros, prevê-se que ainda esta semana desfaçam o imbróglio - e a dúvida, neste momento, poderá ser: “Duarte Silva está mais interessado em assumir outro cargo do que continuar Presidente da Câmara"?..
Do outro lado, há muito se sabe que, António João Paredes “é uma pessoa com um percurso associativo notável e muito trabalho partidário. No entanto, não parece que seja o líder que o PS concelhio figueirense necessita..." nos momentos de escolha dos candidatos autárquicos.
Seja como for, a corda já esticou ao máximo, não há mais tempo para adiar decisões...

Pérola do dia

"Já há mais jornalistas a contas com a justiça por causa do Freeport do que houve acusados por causa da queda da ponte de Entre-os-Rios. Isto diz muito sobre a escala de valores de quem nos governa."

Uma promessa de quem ganhou as eleições autárquicas na Figueira da Foz em 2001

X&Q649


terça-feira, 28 de abril de 2009

Ligação directa

Imagem sacada daqui

Agradecimento

No passado dia 25 de Abril, Outra Margem completou tês anos de existência.
A todos os que nos felicitaram, aqui, por sms, ou por qualquer outro meio, o nosso sincero obrigado.

Não dá para adiar mais…


...  Maio vai ser um mês animado cá pela Figueira!...

Junho, é o mês do São João e em Julho e Agosto, espera-se, estaremos na "época alta"!...


Lá para Outubro, um denominado "Governo de Salvação Nacional"?..

Durante toda a noite, quer nos noticiários da Antena 1, quer na TSF, quer na RR, ouvi a doutora Manuela Ferreira Leite dizer: “eu sentir-me-ia confortável com qualquer solução em que eu acredite numa conjugação de interesses no sentido do país que sejam coincidentes” (para ver e ouvi r a entrevista clicar aqui).
Depois, na continuação do mesmo noticiário, citando a Lusa, afirmava-se que a líder do PSD, Manuela Ferreira Leite, “veio reafirmar a sua recusa sobre um Governo do Bloco Central, na sequência de uma notícia da SIC-Notícias sobre a entrevista a Mário Crespo e na qual a presidente social-democrata admitia acordos com o PS.”

Grande confusão?..Talvez não. Eu, que não percebo nada de política, estou cá a pensar com os meus botões: lá para Outubo, por sugestão ou recado de Cavaco, a malta ainda acaba por  gramar um Governo de Salvação Nacional, presidido por Sócrates, tendo como vice-primeiro Pedro Passos Coelho!..

Isto, claro, sou só eu a pensar com os meus botões...

Memória (II)

Um ano antes do 25 de Abril de 1974 na Figueira da Foz. Ver aqui.

X&Q648


Que "seca"...

Foto Pedro Cruz

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Memória

Imagem sacada daqui

Pensando com os meus botões

Foto sacada daqui

Acabo de passar pelo café e deitando mão ao jornal em cima do balcão, leio o que António João Paredes, presidente do Secretariado da Concelhia da Figueira da Foz do PS, diz ao Beiras de hoje:

 “Duarte Silva está a precisar urgentemente de reforma política. Os figueirenses agradecem e aplaudem”.

Eu, que de política nada percebo, dado que Duarte Silva, e muito bem, nada comentou ao jornal, e o que Lídio Lopes acrescentou,  também,  em nada me ajudou, enquanto tomava a bica, vi-me obrigado a  pensar  com os meus btões: e isso, nesta altura do campeonato,  não faria um enorme jeitão  ao político António João Paredes?...

X&Q647


domingo, 26 de abril de 2009

35º. Aniversário do 25 de Abril

As comemorações oficias do 35º Aniversário do 25 de Abril decorreram, este ano, em Carvalhais de Lavos.
Veja aqui o vídeo das cerimónias.

Abril, os poderes e os blogues


Nos últimos dias, mesmo na blogosfera, deu para ver alguma incompreensão pelas conquistas que Abril nos deu.

Todavia, que não haja ilusões: se não tivesse havido o 25 de Abril não estaríamos aqui a escrever aquilo que pensamos.

Este blogue não existiria sem Abril. Não é só Sócrates que não suporta críticas. Não é só “Sócrates que toma por reprimenda qualquer opinião que divirja do diagnóstico radioso que os seus acólitos fazem da sua governação”.

Ai do jornalista que ousasse escrever aquilo que julga acerca dos poderes. Em Lisboa e Porto seria difícil… Agora, imaginem o que aconteceria numa aldeia, ou mesmo, numa vila?..

aF49


Ontem



Eles, poder, temem sempre o dia de ontem.
Em liberdade, é mais fácil querer ser feliz.
Até porque, embora não pareça e eles não queiram, os cravos continuam a florescer.

O regresso

Foto:Pedro Cruz

sábado, 25 de abril de 2009

Pérola do dia

Para ler melhor, clicar em cima da imagem

Grupo Desportivo Cova-Gala

Seniores: Sixo de Mira/Cova-Gala
Resultado e fotos aqui.
Escolas: Cova-Gala/ Touring
Resultado e fotos aqui.


Juvenis: Cova-Gala 3/ Gândara

Democracia, mas... (ou, actualizando, também TU dulce@credimedia.pt.?!..)

Pelos vistos – isso é confortável,
a ovelha gosta de viver em rebanho.

Sente-se bem e orgulhosa…

Todavia, mesmo numa vila com tal tamanho,
se fosse ela a dona da loja,
não haveria lugar para qualquer ovelha ranhosa!..

Chama-se a isto,
democracia, com fel e azia!...

Aldeia da Cova-Gala, António Agostinho, aos 25 dias do mês de de Abril do ano da graça de 2009
Inspiração: este post

Três anos

Foto Pedro Cruz
Em 25 de Abril de 2006, iniciámos assim este Outra Margem.
Três anos depois, por cá continuamos...
De então para cá, embora esse não seja o nosso objectivo prioritário, crescemos imenso.
Os números, que nos escusamos a citar, pois encontram-se ao dispôr de todos ao lado direito deste blogue, falam por si.
Obrigado a todos os que por aqui têm passado.
Permitam, porém, que enderece um obrigado especial ao PEDRO CRUZ e ao FERNANDO CAMPOS, meus companheiros neste percurso.
Estamos de parabéns, principalmente por nos termos divertido imenso com a feitura deste Outra Margem.
António Agostinho

O dia inicial inteiro e limpo

Esta é a madrugada que eu esperava
O dia inicial inteiro e limpo
Onde emergimos da noite e do silêncio
E livres habitamos a substância do tempo


Sophia de Mello Breyner Andresen, in poema “25 de Abril”

Capitão Salgueiro Maia, militar de méritos reconhecidos, dotado de uma inteligência superior e de uma coragem e lealdade invulgares, dele se diz ter sido o melhor de entre os melhores dos corajosos e generosos Militares de Abril.

sexta-feira, 24 de abril de 2009

Um dia...

Foto: Pedro Cruz

X&Q646


Cerimónia oficial do 25 de Abril

No concelho da Figueira da Foz, a cerimónia oficial das comemorações dos 35 anos da Revolução dos Cravos decorrerá, no próximo dia 25 de Abril, com uma sessão extraordinária da Assembleia Municipal, pelas 11h, no Centro Recreativo Cultural Carvalhense, nos Carvalhais de Lavos, freguesia de Lavos.

24 de Abril de 1974

Este é o tempo
Da selva mais obscura

Até o ar azul se tornou grades
E a luz do sol se tornou impura

Esta é a noite
Densa de chacais
Pesada de amargura

Este é o tempo em que os homens renunciam


Sophia de Mello Breyner, in Mar Novo (anos 60)

25 de Abril - 35 anos

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Valha-me, ao menos, isso!...

Erosão costeira

Aqui, já se está fazer alguma coisa. Fica o registo.

VILÃO, eu?..

Se um ALDEÃO, é um indivíduo que vive numa aldeia.
Se um CIDADÃO, é um indivíduo que vive numa cidade.
Então, como chamar a um indivíduo que vive na vila?..

X&Q644


Vamos lá então a isso?...



A Figueira, concelho, já tem a vila de Buarcos, a vila de Maiorca, a vila do Paião e a vila de Quiaios. Brevemente, tudo o indica, o concelho vai ter a vila de São Pedro, a vila de Tavarede, a vila de Lavos e a vila da Marinha das Ondas.
Como a Figueira, concelho, já tem Vila Verde e Vila Robim, porque não algum deputado propor, para a Câmara em bloco e por unanimidade, aprovar, Santana, Ferreira-a-Nova, Alhadas, Alqueidão Bom Sucessso, Moinhos da Gândara, Borda do Campo Alqueidão e São Julião, a vilas.
Isso, sim, "é que seria UMA TERRA CHEIA DE VILAS, um fartote. Um verdadeiro caso para estudo e para o Guiness Book."
Esta não é a época apropriada à demagogia, ao populismo, ao eleitoralismo fácil e trágico?...
Vamos lá então a isso?...
O que é verdadeiramente importante não pode esperar!...


Os portugueses estão a dar um imenso prejuízo a Portugal

“PAGAM MENOS IMPOSTOS porque a matéria colectável entrou em queda muito antes da crise, fazem menos compras, do que resulta menos IVA para o Estado, e ao mesmo tempo estão a consumir muito mais prestações sociais, em particular subsídios de desemprego. Por este andar, os portugueses tornam Portugal insustentável. Ou, dito de outro modo: a sustentabilidade do país, por este andar, exigirá que Portugal descarte os portugueses.”

João Paulo Gerra, aqui.

quarta-feira, 22 de abril de 2009

O trabalho...







Ontem, não vi a entrevista ao primeiro-ministro. Perdi-me no trabalho…
Não consigo trocar o trabalho … nem por uma entrevista de Socrates

Eu, assim coisas importantes, gostava mesmo de ver…

A Figueira, em tempo que já lá vai, foi uma cidade, como diria o dr. Santana Lopes, “que já esteve no mapa”.
Para além da praia e do Casino, teve como imagens de marca iniciativas que, realmente, faziam a diferença. Ao correr da pena, recordo três: o Festival da Canção, o Festival de Cinema e o Mundialito.
Mas, como tudo isso pertence ao passado, falemos então do futuro.

Primeiro:
Em Novembro último, com pompa e circunstância, foi apresentada uma iniciativa prevista para os dias 22 a 31 do próximo mês de Maio que, a concretizar-se nos moldes em que foi anunciada, iria recolocar a Figueira no mapa, mas, desta vez, “no mapa mundial”.
Se bem me lembro, estariam entre nós os melhores pilotos de ralis – Walter Rohrl, Juha Kankunnen, Ari Vtanen, Mrkku Allen - e seriam realizados grandes concertos - Tina Turner, Ricky Martin, Enrique Iglésias e André Sardet, foram nomes anunciados.
2009 seria um ano de ouro para a Figueira que se veria, assim do pé para a mão, no topo do mapa mundial do desporto motorizado e do espectáculo.
Faltaria um mês, segundo o anunciado em Novembro passado, para os terrenos das antigas instalações da empresa Alberto Gaspar e a Figueira da Foz receberem durante dez dias cerca de 100 mil visitantes diários, de acordo com as previsões feitas pelos promotores do evento.
Estranhamente, porém, não tenho visto promoção ao invulgar acontecimento. Não quero com isto insinuar que a promoção não esteja a ser feita. A história está cheia de momentos em que apenas os iluminados viram o que deveria ter sido visto por todos. Esses, poucos, ainda que iluminados, são os visionários. O defeito, portanto, deve ser mesmo meu que não consigo vislumbrar a tal campanha.
Mas, lá que ando admirado com o que se passa com “este projecto ambicioso”, que da autarquia figueirense apenas receberia apoio logístico, pois o patrocinador oficial seria o Turismo de Portugal, lá isso ando!..
Eu, assim coisas importantes, gostava mesmo de ver…

Segundo:

Se tal dependesse apenas da vereação camarária – situação e oposição - , de uma penada, as localidades e sedes de freguesia Tavarede, S. Pedro, Lavos e Marinha das Ondas, já tinham sido elevadas a vila.
Na verdade, depois de na penúltima reunião camarária a proposta do PSD, que englobava apenas São Pedro, Lavos e Marinha das Ondas, ter sido retirada, certamente para ser estudada, aprofundada e melhorada, foi agora de novo apresentada e mereceu a unanimidade das bancadas do PS e do PSD.
É certo, que a Assembleia Municipal também tem ainda de se pronunciar e a decisão final é da Assembleia da República, mas, como estamos em ano de todas as eleições, tudo isto tem pernas para andar... Ah, antes que me esqueça, um pormenor certamente irrelevante: antes desta segunda ida a sessão de câmara, penso eu, terá sido feito um acordo de bastidores que permitiu colocar no pacote, também, Tavarede, o que, aliás, é de toda a justiça.
Já que parece estarmos em maré de entendimento, virtualidades à parte, dadas as dificuldades que os dois partidos estão manifestamente a encontrar para encontrar cabeças de lista, para a câmara, a exemplo do que aconteceu em Quiaios e São Pedro, em 2005, para as respectivas juntas, porque não então um “negócio” mais global, que permita uma coligação – descarada ou envergonhada - para realizarem o que prioritariamente deve ser feito no próximo mandato na Câmara Municipal: a diminuição do deficit camarário.
Creio que no final do próximo mandato, daqui a pouco mais de quatro anos, ninguém iria vislumbrar diferença entre ter estado lá o PSD, sozinho, o PS, sozinho, ou PSD e PS, coligados.
Eu, assim, coisas importantes, gostava mesmo de ver.

X&Q645




segunda-feira, 20 de abril de 2009

Pérola do dia

Foto sacada daqui
O Monumento Natural do Cabo Mondego, criado pelo Decreto Regulamentar n.º 82/2007, de 3 de Outubro, que atribui a gestão do mesmo ao ICNB(Instituto da Conservação da Natureza e Biodiversidade) , foi visitado pelo presidente da Comissão Nacional da UNESCO.
Segundo o Diário de Coimbra, “a comitiva que acompanhava o presidente da Comissão Nacional da UNESCO, composta por diversos cientistas, estudantes universitários e o presidente da câmara Duarte Silva entre outros elementos, foi impedida de circular no interior da Cimpor com viaturas, alegadamente por «ordens superiores», segundo foi dito na portaria. Mas o que indignou todos os presentes, foi o facto de o acesso ser livre a qualquer pescador amador, que ali gosta de passar o seu tempo.”

“O actual Partido Socialista, é um Partido "moderno", porque haveria de se lembrar destas efemérides já tão antigas?...”


Eu não tenho nada a ver com isso, mas, “como parece que o actual Partido Socialista tem mais do que fazer, fica aqui um registo que não se observa no seu site oficial mas que ainda é memória e motivo de orgulho para muitos.”
Como lembra A barbearia do senhor Luís, ontem, o Partido Socialista fez trinta e seis anos…