.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

domingo, 31 de maio de 2009

É mesmo "para ler e meditar..."

( Ricardo Cardoso in Tabu)

Dobradinha


Não sou do Paços desde pequenino, mas hoje, confesso, tinha gostado que os “amarelos” tivessem ganho.
Mas, aconteceu o previsível, aos 6 minutos, a passe de Raul Meireles, Lisandro marcou o golo que deu a dobradinha ao Porto.
Parabéns Porto.

A minha rebeldia

No meu tempo de escola primária, aí pelos idos primeiros anos da década de sessenta do século passado, além de aprender a ler, a escrever e a contar, fazia também parte das obrigações escolares dum puto dessa altura, a execução de algumas tarefas na escola.
Na Gala de 1962, não havia rede de distribuição de água ao domicílio.
Na escola primária, para resolver o problema, existia uma bomba com uma roda enorme para encher um depósito, donde, depois, era distribuída a água pelas instalações escolares.
Ora bem, para encher o referido depósito, dado que a bomba era manual, era necessária mão de obra de borla.
Numa época, em que o trabalho infantil era uma realidade completamente desconhecida, esses “"voluntários" braços de trabalho, necessários à tarefa, eram “escolhidos" entre os alunos, normalmente, entre os que eram apanhados a fazer algo que, no entender de quem exercia a autoridade na escola - as professoras, merecia ser alvo de castigo.
Entre as coisas “horrorosas" que os putos do meu tempo faziam, além da ida à fruta, contava, e de que maneira, correr ou jogar à bola no recreio e, depois, ir suado para a sala de aula.
Escusado será dizer, que eu fui um dos que tiveram de encher o referido e malfadado depósito vezes sem conta...
Nasceu aí, nesses primeiros anos da década de sessenta do século passado, num Portugal cheio de limites, preconceitos, tabus e fronteiras, a rebeldia que, desde os meus 7 anos, me tem acompanhado pela vida fora…

X&Q679


Procissão das velas

Gente de fé...

"éFigueira Racing Festival": público esteve ausente...


NOTA: 

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Daniel Santos vai ser candidato

O eng. Daniel Santos, segundo li hoje nos jornais As Beiras e Diário de Coimbra, vai ser candidato independente à Câmara Municipal da Figueira da Foz, nas próximas eleições autárquicas.
Recorde-se, que Daniel Santos foi “vice” de Santana Lopes na Câmara da Figueira e presidiu, entre 2002 e 2005, à Assembleia Municipal.
Estava anunciado por pessoas próximas deste antigo militante do PSD (entregou o cartão em 2007), que caso o eng. Duarte Silva se recandidatasse, Daniel Santos também iria entrar na corrida nas próximas eleições autárquicas...

Liberdade

Foto de Pedro Cruz
Neste blog não se publicam comentários anónimos.
Simplesmente, porque no entender dos seus responsáveis, Portugal, é uma democracia onde a cidadania pode ser exercida responsavelmente por qualquer um de nós. E, a Figueira, é uma Terra de liberdade.
Quem quiser comentar pode fazê-lo, simplesmente tem de assumir as ideias que defende.
Aqui, a liberdade para comentar é total. Só que, liberdade, implica responsabilidade.
A liberdade, caminha concomitantemente com responsabilidade.
Ponto final.

De vez em quando, amigos nossos e leitores do Outra Margem, em tom de brincadeira, presumimos nós, “acusam-nos de censores”.
Para que conste, por ser verdade, esta nossa tomada de posição, de só permitirmos comentários devidamente identificados, ficou a dever-se ao jorro de estupidez, ignorância e falta de educação, que algumas criaturas, a coberto da cobardia do anonimato, aqui foram exibindo….

Cada vez estamos mais cientes do acerto da opção que tomámos. Por duas razões principais:

1. Os anónimos que aqui perdiam o seu tempo, certamente passaram a utilizá-lo de outra maneira e com mais utilidade: a cultivar-se, a estudar, a intervir em causas sociais, a ouvir música, a ver filmes, a beber uns copos, a dar uns passeios, enfim, a fazer alguma coisa produtiva, senão para a comunidade, pelo menos, para eles mesmo.

2. Isso, aliviou-nos e permitiu-nos também utilizar de outra maneira e com mais utilidade, o precioso tempo que perdíamos a analisar demonstrações do mais baixo que a condição humana gera…

Ficámos, portanto, todos a ganhar.
Sendo assim, e porque a fórmula está a resultar, só há que continuar.
Já, agora, embora isso não seja o mais importante, desde que tomámos esta medida higieno-profilática, os números demonstram que aumentou substancialmente a leitura deste espaço.
Terá sido apenas coincidência?..

X&Q675


quinta-feira, 28 de maio de 2009

Portugal, país de santinhos....

Só espero que no céu não existam bancos...

Afinal ...

... no Sporting, Deus pode esperar, pois o "Benfica diz que não contratou Jesus"...
Agora, só faltava que viessem desmentir a continuidade do papa no Porto!...

Coitado do meu Sporting...

Com Jesus no Benfica e o Papa no Porto, o Sporting já só tem mesmo uma saída: contratar Deus.

Mais uma revolução abortada...


Via quinto poder, refrescámos a memória, o que em clima pre-eleitoral tem sempre a sua utilidade.
Para ver melhor, basta clicar na imagem.

Quem sou eu para desmentir!..

Montagem feita com imagens democraticamente sacadas daqui

X&Q677


quarta-feira, 27 de maio de 2009

Para que serviria um conselheiro de estado desmemoriado?...



Acabei de saber, porém, que "Dias Loureiro apresentou a renúncia ao cargo de conselheiro de Estado numa audiência com Cavaco Silva ao início da tarde".
Para que serviria a Cavaco Silva um conselheiro de estado desmemoriado?..

Festas 2009

Foto Pedro Cruz
Via o blog O Ambiente na Figueira da Foz, tomei conhecimento que “as Festas da Cidade deste ano começaram mais cedo. Não há dinheiro para muita coisa, mas haverá certamente mais 10.000 euros para Festa, são 155.000 euros este ano. Incluem acrobacias aéreas, 11.500 tiros pirotécnicos....festas rijas.
Os fornecedores de serviços esperam e desesperam, as colectividades não recebem os apoios, as carências nas Escolas do concelho são graves, os buracos alastram, ...mas o Executivo Câmara Municipal, e Duarte Silva em particular, decidem apoiar mais....Festa !”
Eleições obrigam!.. Quem vier atrás que feche a porta…

Uma mensagem, com carácter urgente, para o eng. Duarte Silva

Joaquim Moreira, que eu não conheço, não sei porquê, encarregou o Outra Margem de entregar esta mensagem ao eng. Duarte Silva.
Como, pelo teor da mesma, nos pareceu urgente a sua entrega ao destinatário, aí fica sem mais delongas.
Para ler melhor, basta clicar em cima da imagem.

X&Q676


terça-feira, 26 de maio de 2009

Mar de prata II

Foto: Pedro Cruz

Estou a ter um final de tarde bem passado...


Tirei parte da tarde para ver e ouvir Oliveira e Costa no Parlamento.
Tem valido a pena, pois o homem, hoje, não foi só apanhar ar….
Entre outras coisas, Oliveira e Costa disse, “que entre as versões de Dias Loureiro e do ex-vice-governador do Banco de Portugal, António Marta, de um encontro sobre a supervisão ao BPN, "a verdade está do lado de António Marta".
Por outras palavras: Oliveira e Costa desmentiu Dias Loureiro.
Como estamos em campanha eleitoral, nada mais espero que o prolongamento do silêncio contido de Cavaco Silva, sobre a passagem de Dias Loureiro na SLN...

O final de todos os tabus na Figueira?...


“AO QUE o DIÁRIO AS BEIRAS apurou, Duarte Silva deverá apresentar a candidatura ao terceiro mandato nos próximos dias. O actual presidente da Câmara da Figueira da Foz é o “candidato natural” do partido, vêm afirmando as estruturas concelhias, distritais e nacionais sociais-democratas.
Independente, Duarte Silva não está a ter um segundo mandato fácil no seio do seu executivo e na força partidária através da qual chegou à cadeira do poder local, o que faz adivinhar uma elaboração complicada da lista.
Caso a sua recandidatura se confirme, Daniel Santos, antigo vereador de Santana Lopes e ex-presidente da assembleia municipal, que entretanto entregou o cartão de militante do PSD, poderá liderar uma candidatura independente.”

Capoulas Santos

O auto-intitulado “coveiro” do PCP no Alentejo.

X&Q674




segunda-feira, 25 de maio de 2009

Vital: um bom ou um mau candidato europeu? Depende…

Vendo a coisa pelo lado do Partido Socialista que, ultimamente, tem camuflado o seu cabeça de lista, dá-me a impressão que já se aperceberam que Vital, que não tem imagem, não tem discurso, tem uma má prestação nos debates televisivos, não é apelativo ao eleitorado à esquerda e tem anticorpos no eleitorado de centro, terá sido uma má escolha política e um provável fiasco eleitoral para o PS!..

Vendo a coisa pelo lado de José Sócrates, Vital poderá eventualmente ser o “bobo” útil.
Tendo em conta os próximos actos eleitorais, nomeadamente as legislativas, Sócrates pode sair-se muito bem na fotografia no final deste ano.
Basta que o eleitorado que, agora, Vital afasta, seja, depois, recuperado por Sócrates .
Entre perder as europeias e ganhar as legislativas, qual acham a preferência de Sócrates?
Numa linguagem futebolística, seria assim como levar um “amarelo”, agora (nas europeias), para evitar o “vermelho”, depois (nas legislativas).

E, a vida, irá continuar a sorrir a José Sócrates, que verá a sua posição pessoal reforçada no seio do PS.
Quem sabe, sabe: afinal, Vital Moreira, neste momento um aparente erro de casting para o PS, lá para o final deste ano, do meu ponto de vista, irá constituir uma óptima escolha para José Sócrates.
"Um fraco rei, agora, torna fraca a forte gente. Depois, a forte gente pode voltar a ser forte com um rei forte" José Sócrates, ele próprio.

"Água no Bico"

Foto: Pedro Cruz

X&Q672




domingo, 24 de maio de 2009

Cova-Gala marca passo perante o S. Caetano


O Cova Gala, depois de na semana passada, ter dado um passo importante rumo à Divisão de Honra na próxima época, ao vencer por uma bola a zero o segundo classificado, o Praia da Leirosa, marcou passo na deslocação ao Campo do S. Caetano.
Por sua vez, o Praia da Leirosa, que ganhou em casa ao Seixo de Mira, passou a ficar apenas a dois pontos da liderança.

Praia Leirosa 3 - Seixo Mira 2
São Caetano 0 - Cova Gala 0

Política "jeitosa", mais ou menos, sabemos o que é…




Ontem, num comício em Coimbra, José Sócrates, acusou - embora sem nunca se referir directamente à presidente do PSD - Manuela Ferreira Leite “de não ter jeito para a política”.
Não sei, nem isso me interessa, se a presidente do PSD, tem, ou não, jeito para a política.
Gostaria é que José Sócrates, ou alguém por ele, me explicasse, bem explicadinho, pois eu sou “muita burro”, o que é isso de “ter jeito para a política”?..

Efeito MAIZENA?...

Foto sacada daquiA campanha para as eleições para o Parlamento Europeu, já está na estrada.
 Este ano, porém, pode haver uma "nova nuance":  se as forças que concorrem a estas eleições seguirem os ensinamentos que,  Manuel Pinho,  um dia,  armado em "Nutricionista da Oposição", deu,   vai haver grande procura à papa!..
Será que esta malta da CDU, cerca de 85 mil, que ontem marchou em protesto contra as políticas do governo socialista, seguiu o conselho do ministro e comeu muita papa MAIZENA?...

sábado, 23 de maio de 2009

A doutora Manuela Moura Guedes e o Dr. Marinho Pinto

Declaração de interesses: não aprecio a doutora Manuela Moura Guedes, nem o estilo do jornal da sexta da TVI.
Não sou advogado. Caso o fosse, sentir-me-ia pessimamente representado pelo actual Bastonário da Ordem.

Na sexta-feira passada, assisti ao degradante espectáculo que a doutora Manuela Moura Guedes e o Dr. Marinho Pinto proporcionaram aos portugueses.
Estranhamente, porém, junto de amigos e aqui pela blogoesfera, no decorrer deste sábado, verifiquei que o Dr. Marinho tinha muita gente solidária com o lamentável espectáculo de ontem na TVI.
A entrevista desta sexta-feira, da doutora Manuela Moura Guedes ao Dr. Marinho Pinto, presumo eu, pois o decorrer da mesma nada me esclareceu sobre a matéria, pretendia escalpelizar as acusações que os seus pares lhe fazem a propósito da forma como ele exerce a função de Bastonário.
Em vez disso, o que os telespectadores viram - eu, pelo menos vi isso - foi o Dr. Marinho Pinto, ao ser confrontado pelas acusações dos seus pares na Ordem, reagir destrambelhadamente e limitar-se, num nível básico e rasca, a fazer uma peixeirada monumental, como se estivesse numa tasca, ou num café, o que muito deve ter contribuído para aumentar ainda mais as audiências da TVI.
Como já escrevi acima, não aprecio o estilo da doutora Manuela Moura Guedes. Portanto, neste lamentável retrato que a TVI deu em directo ao País, não foi a doutora Manuela Moura Guedes que me surpreendeu. A surpresa, apesar do que já conhecia do dr. Marinho Pinto, veio dele mesmo: podia e devia, como Bastonário da Ordem dos Advogados, mesmo perante uma senhora doutora como Manuela Moura Guedes, ter demonstrado outra subtileza e elevação, e não ter-se mostrado uma figura inferior, como muitas que eu conheço, aqui pela Figueira.
Mas, esses, porventura, só terão a quarta classe, não são advogados e muito menos Bastonários da Ordem…

Um retrato do país..

X&Q671


sexta-feira, 22 de maio de 2009

Até sempre

António Moço
Amigo, Companheiro, Camarada

Era desta maneira, carinhosa, pessoal, especial e única, que nos saudávamos há longos anos.
Ainda há poucos dias comi na sua casa uma fatia de bolo, que a sua Mulher e Companheira de sempre, a Dª. Deolinda, fez para comemorar os seus 81 anos de vida.
Acabei de me despedir dele  no cemitério de São Pedro.
Até sempre Amigo, Companheiro, Camarada.

A Figueira vista do Cabedelo

Foto: Pedro Cruz

quinta-feira, 21 de maio de 2009

As notícias positivas devem ser partilhadas…

Via à beira mar, ficámos a saber que ainda existem pessoas importantes na Figueira: Lídio Lopes, vereador na Câmara de Figueira da Foz, junta-se às mulheres social democratas do Algarve para partilhar matérias sobre Protocolo Autárquico e Organização de Eventos, este sábado, às 15 horas, na sede do PSD de Lagos, na Praça Gil Eanes.

Esta ida do professor Lídio Lopes até ao Algarve  dá-lhe a hipótese de partilhar  o seu know-how em matéria de Protocolo Autárquico e Organização de Eventos.

Cá por esta Outra Margem, ficamos sempre muito felizes, quando temos oportunidade de dar notícias boas e positivas, aí da margem direita

A Cinemateca Portuguesa decidiu suspender as sessões de cinema por causa da morte do seu antigo director João Bénard!..

Que HOMENAGEM ESTÚPIDA", para um "divulgador de cinema"!...

Ministro de fé!...

"Manuel Pinho acredita que sector do turismo vai resistir à crise"; 

"Manuel Pinho ainda acredita em plano para salvar a Qimonda";

 "Manuel Pinho acredita que fábrica da Autoeuropa vai manter-se em Portugal".

Neste momento, em Portugal, qualquer trabalhador tem sobre a cabeça a ameaça do desemprego.  A  ruptura negocial na Autoeuropa,  é a prova que faltava de que este não pode ser de modo algum o caminho a seguir pelos trabalhadores e pelas suas organizações. De flexibilização em flexibilização até à flexibilização total. Mas as organizações dos trabalhadores não podem continuar passivas e inoperantes enquanto assistem à destruição do tecido empresarial e à desvalorização do trabalho. Numa situação de calamidade, o que resta?..
Ter fé?.. Em quem?.. Não podemos, nem devemos perder a fé. Mas, eu confesso que não tenho fé nenhuma na fé de Manuel Pinho.

“O que se passa na Autoeuropa diz respeito a todos os trabalhadores e por isso a defesa dos seus postos de trabalho, da sua valorização e dignificação, não pode ser limitada àqueles que lá trabalham – isolados não terão futuro. Numa época em que a ameaça do desemprego paira um pouco por todo o lado, torna-se difícil a mobilização de quem receia perder o seu posto de trabalho por muito frágil que seja. Mas os trabalhadores e as suas organizações não podem permitir que a Autoeuropa se transforme numa nova Qimonda enquanto o Governo vai declarando que fará tudo o que estiver ao seu alcance –  e tudo é nada como já se viu.”

Putos

Foto: Pedro Cruz

X&Q670


quarta-feira, 20 de maio de 2009

Partidos democráticos, anti-democráticos e poder local


Hoje, ao passar os olhos pelo Diário de Coimbra, tomei conhecimento que Maria Teresa Coimbra, Luís Melo Biscaia e Virgínia Pinto, três democratas e membros de longa data do Partido Socialista, estão em desacordo com a maneira como foi escolhido o candidato do PS à Câmara Municipal da Figueira da Foz. A sua indignação não tem a ver com a pessoa em causa, o juiz Ataíde das Neves, mas, sim, com “a forma pouco linear como decorreu o processo da escolha”. O juiz, ao que parece, foi convidado pelo presidente da federação distrital, Victor Baptista, o que teve o apoio explícito do presidente da concelhia, João Paredes. Esqueceram-se foi de passar cartucho às bases.

Isto, pasme-se, aconteceu na Figueira num partido auto-intitulado democrático, o PS. Não aconteceu num partido, que gente responsável do PS, acusa de anti-democrático, o PC. Pelos vistos, pelo menos aqui pela Figueira, são partidos ditos democráticos, como este PS de Victor Baptista e João Paredes, que colocam em causa “as melhores regras da democracia”. Para mim, que não milito em nenhum partido, e, presumo, para a generalidade dos figueirenses, a coisa tem a importância que tem no desacreditado micro-cosmos da política local. Ou seja, a margem de manobra disponível, para quem pretenda, por aqui, ser autarca, é curta. Como tal, está dispensado o rasgo político, a seriedade, o governante com ideias próprias. O perfil mais adequado de autarca local, dito moderno, deve começar na falta de memória, passar pela invertebração e a falta de carácter, e terminar na falta de vergonha. O poder local deste Portugal do século XXI está repleto de gente desta, que governa bem a vida em tão próspera actividade.

Eles fazem o papel deles. Somos nós, os eleitores figueirenses, que temos de decidir que futuro queremos, para nós e para os nossos descendentes. Cá pela minha parvónia, futura vila, a poucos meses de novo acto eleitoral, a maior obra destes últimos quatro anos, dizendo de outra maneira, o maior feito de quem, por aqui, tem o poder quase há 16 anos, foi manter anestesiada e adormecida uma freguesia inteira… Podia dar muitos exemplos. Vou dar apenas um: o caso dos terrenos do campo de futebol do Grupo Desportivo Cova-Gala.

E os piratas somos nós!...


“Há bancos que aproveitam todas as oportunidades para levarem "couro e cabelo" aos seus clientes. Quando lhes toca a eles falam em extorsão”

O velho olhou para o céu...

Foto: Pedro Cruz

X&Q668


terça-feira, 19 de maio de 2009

A memória não pode ser curta...

Via Água Lisa, ficámos a “saber que Salgueiro Maia vai ser homenageado por Cavaco Silva no próximo dia 10 de Junho”.
Não podemos deixar de lembrar, continuando a citar João Tunes, que, “quando primeiro-ministro, o mesmo Cavaco, recusou uma pensão à viúva do homenageado enquanto dava pensões gordas a torcionários da PIDE.”
Recorde-se, que em 1992, o Governo então presidido por Cavaco Silva, atribuiu uma pensão vitalícia, por serviços relevantes prestados à Pátria, a Óscar Cardoso e António Bernardo - dois inspectores da PIDE (antiga polícia política do estado fascista).
Nesse mesmo ano morria de cancro Salgueiro Maia - Capitão de Abril e símbolo da Revolução dos Cravos.
O Governo, que tinha como primeiro-ministro Cavaco Silva, recusou à sua viúva uma pensão militar por serviços prestados à Pátria.

Pela blogoesfera figueirense

“OS JUIZES EM PORTUGAL E EM ESPANHA”,  no   Quinto Poder

"Confesso", no   Política de Choque

 “António Feio ... da TRETA”, no   Cova d´oiro  

“O que se passou, afinal?!”, no Lugar para Todos

“As reuniões municipais: democracia à Duarte Silva”, no O Ambiente na Figueira da Foz 

Evolução na continuidade (II)

(Para ver melhor clicar em cima da foto)

Foi assim em 2005. Tudo indica que vai ser assim em 2009.
Francamente, nunca pensei que, cá pela Figueira, neste momento, se estivesse neste ponto.
Bateu-se no fundo: é o desnorte total.
Isto, pela Figueira está morto e petrificado.
Enquanto se aguardam as exéquias, aqueles senhores que se roçam pelas cadeiras do poder, vão-se entretendo a gastar os últimos trocos com mordomias.
O aumento de capital da FGT é disso o mais recente exemplo.
Cá pela minha parvónia, futura vila, com este meu povo exangue, triste e incapaz de vislumbrar um futuro que não seja o da mais medíocre miséria - aquela que assenta na mais entranhada das ignorâncias - as coisas são mais primárias, mais simples e mais lineares. Para os devidos fins eleitoralistas, um dia destes, faz-se uma festa para homenagear os antigos pescadores bacalhoeiros, com a inauguração do respectivo monumento numa rotunda (onde mais poderia ser?...) e abrem-se as casinhas do portinho da gala.
Claro: com a previsível festa e fogo-de-artifício, tendo em mira as eleições que se avizinham.
O PSD da Figueira Foz, senhor do seu papel, faz muito bem em patrocinar estas benfeitorias…
Entretanto, mais uma vez, o PS figueirense, por arrastamento, foi-se tornando refém da sua própria inércia e falta de estratégia politica para o concelho da Figueira da Foz, no geral, e para a freguesia de São Pedro, em particular.
Foi assim em 2005, tudo indica que vai ser assim em 2009.

X&Q667