Ernest Hemingway: «Um homem pode ser destruído mas não vencido.»

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Quem se agarra à puridade?..

De vez em quando apetece relembrar isto…
Desde Outubro de 2013, pela primeira vez, depois do 25 de Abril de 1974, um executivo camarário PS, com maioria absoluta, tendo como presidente de Câmara o Dr. João Ataíde, votou, para passar a vigorar daí para a frente, que os jornalistas e o público só podem estar presentes na segunda reunião de câmara do mês. 
Em Fevereiro passado, foi  votada uma proposta dos vereadores do PSD que defendia o fim das reuniões de câmara à porta fechada... 
Mais uma vez, a maioria absoluta PS, votou pela manutenção de uma reunião mensal realizada à porta fechada. 
Como defendemos desde que tal acontece – Outubro de 2013 - foi um erro, que o PS vai acabar por pagar… 
Sabem quem se agarra à puridade
Os camaleões, quando lhes interessa. 
Pode-se gostar do que não se entende. Porém, nunca se gosta do que não se conhece… 

2 comentários:

alex campos disse...

Eu posso parecer monocórdico, mas para mim os fascistóides, sejam laranjas, rosas ou da cor do raio que os parta, nunca deixam de ser fascistóides, podendo reunir à porta fechada, numa casota ou privatizar quem os pariu, e tudo.

A Arte de Furtar disse...

E no entanto, num jornal próximo de si...recordemos:
http://www.publico.pt/local/noticia/municipios-com-maus-resultados-em-ranking-de-transparencia-1610764
LUSA 30/10/2013
Figueira da Foz é a câmara mais bem classificada em lista divulgada pela associação cívica Transparência e Integridade.

No entanto, já em 2014:
http://expresso.sapo.pt/sociedade/camara-de-alfandega-da-fe-e-a-mais-transparente-do-pais=f897031

A Figueira da Foz, foi relegada para o 11º posto.

São estudos, e até muito simpáticos.
Mas a realidade é o cidadão bater na porta!
A realidade é que tu (cidadão) só contas para votar, depois és um chato!

Podes ver mais em:
https://www.portaldocidadao.pt/web/entidade-gestora/portal-da-transparencia-municipal-atualiza-dados-relativos-a-2014

E não esqueças que o poder local é teu!
Pedir proximidade dos nossos eleitos; exigir ruas limpas e alcatroadas; espaços verdes condignos; escolas cuidadas e apetrechadas; impostos locais de acordo com as possibilidades de rendimento dos habitantes do concelho; planeamento e prospecção de investidores, etc etc, é pedir "este mundo e o outro"?

Poder local deveria ser sinónimo de poder popular, no sentido da proximidade, na partilha de decisões, na preocupação do bem estar dos concidadãos.
Ora, porta fechada é sinónimo de senhor feudal!