.

"Como todos sabem, há diversas modalidades de Estado. Os estados socialistas, os estados capitalistas e o estado a que chegámos" na Figueira.

sábado, 30 de junho de 2007

Não há notícias de jeito?

Momentos da Festa

Rennan & Renato

Momentos da Festa

Tradição: a recolha das embarcações para a Procissão de amanhã.

DAMM no CMC

Não foi ás 23 horas e 13 minutos como estava estipulado, mas foi em boa hora.
Os DAMM deram ontem um concerto memorável no Clube Mocidade Covense.

X_Q82

Para quem ainda não sabe!...


O SemprAndar é: ATLETISMO.
"O evento resulta de uma parceria de todas as colectividades de S. Pedro, Comissão de Festas’2007, e jornal “Fala Barato”, com o apoio da câmara municipal, Instituto da Juventude, Junta de Freguesia de S. Pedro, Celbi e Vícios Bar, reunindo ainda o apoio técnico da ADAC e Inatel."

E "vai para a estrada a 8 de Julho".

FALTAM 0ITO DIAS.

quinta-feira, 28 de junho de 2007

São Pedro a começar...

Na Cova-Gala as noites do Padroeiro São Pedro são mágicas.
Não podemos esquecer, que é o São Pedro que tem as chaves do céu!

A partir desta noite:
Não tenhas medo
A alegria está no ar
Há festa em São Pedro
Nosso querido santo popular.

Vamos discutir o quê?...



"Sócrates acha que discutir a Flexigurança não é um contributo para as políticas europeias."

Vamos discutir o quê?.. O sexo dos anjos?

XIV GRANDE PRÉMIO DE ATLETISMO FOI APRESENTADO


No decorrer de uma conferência de imprensa, realizada no Parque de Merendas de São Pedro, foi hoje apresentado o XIV GRANDE PRÉMIO DE ATLETISMO.
Na cerimónia, estiveram presentes representantes da Câmara Municipal da Figueira da Foz, da Junta de Freguesia de São Pedro e da Organização.

Momentos simples


Bandeira azul hasteada na praia da Cova-Gala.

X&Q73

Há dois anos não foi eleito um governo da esquerda?..

Propostas da comissão do livro branco das relações laborais:
- Redução das férias
- Despedimento mais fácil, com o alargamento do conceito do despedimento por inadaptação
- Redução da hora de almoço
- Redução do valor do subsídio de férias
O que vale é que a Figueira continua a ter uma bonita ponte!....

Com o aumento de emprego com a revolução em curso nas leis do trabalho!... Vai ser cá uma circulação...

quarta-feira, 27 de junho de 2007

Momento simples?...

O Parque de Merendas não se fez para pensarmos nele... (pensar é estar doente dos olhos). Mas para olharmos para ele e estarmos de acordo...

S. PEDRO 2007 ...

... ano de valorização de "um costume muito antigo".

X&Q81

O negócio envolve milhões de milhões de milhões...

"O "interesse nacional" e a "modernidade" servem para tudo: como o Freud e o Pessoa."

É caso para dizer: vão-se os anéis, fiquem os dedos

Há quem acredite que a Figueira é mesmo o seu pequeno feudo... e há quem acredite que juntando-se a pré-candidaturas do psd, do ps, de notáveis, de indentes, de empresários... vai conseguir ficar no mesmo pódio de inutilidade bem paga, porque está em todas!

DASS...

“Batelsáurio”

Este quadro de Carlos Lima é de 2001. Chamou-lhe “batelsáurio”, uma palavra que não existe.
Curiosamente, em Junho desse mesmo ano, regressou às águas do Mondego um exemplar do Batel de Sal, tipo de barco então desaparecido há mais de 20 anos.
No esteiro de Lavos, como o quadro dá conta, apodrecia no fundo o esqueleto de um destes barcos, concebido originalmente para o transporte de sal, mas que também chegou a ser utilizado para transportar areia e outras mercadorias.
Desta embarcação típica do Rio Mondego, para além das partes eventualmente ainda soterradas nas lamas do esteiro de Lavos, resta um exemplar, que raramente navega. Neste momento, pode ser visto (aqui) na parte sul do Portinho da Gala.

Momentos simples

Fazendo pequenas reparações no bote.

segunda-feira, 25 de junho de 2007

A antiga borda do rio

É bom ter boa memória.
A nostalgia não é boa se não for acompanhada de lucidez. Sem lucidez a nostalgia é perigosa. A lucidez é que permite que a memória esteja no sítio que deve ocupar.
A memória nostálgica é perigosa, é mesmo muito perigosa, porque significa imobilismo, significa amargura, significa sempre dor. Enquanto que a lucidez permite-nos assumir a memória voltando a dar-lhe vida como período do nosso passado que é útil e bom recordar.
Vamos então olhar para este quadro com lucidez.

Esta imagem já desapareceu há anos. Apenas sobrevive na memória de alguns.
A variante levou este postal magnifico da nossa Terra.
O artista, em boa hora, pintou este quadro...
A partir de uma fotografia sua; e, também, certamente, servindo-se da sua memória lúcida.
Do lado direito, lá estão as ruínas de uma antiga fábrica de “escasso” e a seguir o esteiro. Depois, o barracão, atrás do qual, a malta jogava à lerpa. Em primeiro plano uma bateira e ao fundo o rio.
Era tão bonita a antiga borda do rio.
Obrigado Carlos Lima pela lúcida recordação que nos proporcionaste.

A frente de rio da Gala

A Gala, dos meus tempos de menino e moço, tinha uma ampla e invejável frente de rio.
Era uma zona linda, vibrante, que fazia a ligação natural do povoado ao rio e, ao mesmo tempo, ao mundo do trabalho (a pesca) e ao mundo do lazer (na altura, era o nosso parque infantil, o nosso parque desportivo, era até a zona com algo de marginal, como, por exemplo, o jogo das cartas que se ia praticando pelos recantos discretos dos armazéns...).
Há anos, porém, tudo isso - e também a paisagem magnifica - nos foi roubado com a construção da variante, que não é mais que um muro que nos separou do nosso rio.
Na altura, ninguém conseguiu contrariar a força das circunstâncias...
Passaram os anos e veio o Portinho da Gala e, pensei eu, estava encontrada a nova janela de oportunidade para os covagalenses se reconciliarem com o rio.
Pensei que poderia estar ali, no enorme aterro da estrutura portuária, a área para a mudança, com a abertura de espaços para o lazer, a cultura, o entretenimento, o turismo, etc.
“Voltar ao rio”, seria a oportunidade de rentabilizar um espaço que orçou mais de 500 mil contos.
Entretanto, e já lá vão uns anos, nada disso aconteceu. Recorde-se, que o Portinho da Gala foi inaugurado, com pompa e circunstância, pelo então Ministro de Estado, da Defesa e dos Assuntos do Mar, Dr. Paulo Portas, no dia 5 de Outubro de 2004.
Até agora, o espaço, o enorme espaço, lá está, árido e quase desaproveitado.
Até agora, constitui uma oportunidade perdida.
Que o mesmo é dizer: na nossa Terra, continua latente a necessidade de potenciar, ao máximo, a relação com o rio.

Gostam de ser assim?


Se há coisa que nunca vou esperar de certas pessoas, é lisura de processos e frontalidade.

Gostam de ser assim? Insultar a coberto do anonimato?
Que lhes faça bom proveito. Não contem é com este espaço...
E podem estrebuchar contra o “lapinhos azul” à vontade.
Cada um é como é.

X&Q79

domingo, 24 de junho de 2007

Exorcismos...

Segundo o DN, casou várias pessoas na Maia, Trofa e em Braga.
Foi detido há dias numa igreja de Santo Tirso, quando se preparava para celebrar um baptismo.
Agostinho Coutinho Caridade, o falso sacerdote, é um minhoto de palavra persuasiva.
Entretanto, de harmonia com o blogue Albufeira Sempre, o "padre", jovem bem falante e persuasivo, andou pela Albufeira a sacar umas massas a alguns incautos cristãos (?) locais.
Onde é que o falso padre terá tirado o curso?
Nalgum seminário independente?

Momentos simples

“Aquele que não consegue ver-se a si próprio talvez afinal não exista” – escreveu esta frase Baltazar Gracián no século XVII.

O nosso mundo, o nosso pequeno mundo, o mundo de cada um de nós, não passa, afinal, de uma soma de expectativas, medos, surpresas, frustrações e memórias.

Noite de São João

Fogo de Artifício
Montanha Russa Marchas

X&Q78

sábado, 23 de junho de 2007

Cavaco visitou EUA para cumprir promessa eleitoral


O Presidente Cavaco na Universidade de Massachusetts com a filha do covagalense José Vidal.

Numa viagem em que passou ao lado da Casa Branca, Cavaco Silva justificou que George W. Bush, o Presidente norte-americano, que era «a única pessoa» com quem eventualmente podia encontrar-se - não tinha o dia 20 disponível e esse era o dia em que o Chefe de Estado português tinha de estar em Washington para inaugurar a exposição «Encompassing the Globe».

Porque hoje é sábado

Desde muito novo que me habituei a ter opinião própria. E a assumi-la.
Todavia, isso tem preço de custo. Sobretudo, quando o que pensamos e exprimimos, não coincide com os ortodoxos que dominam a esfera política.
Para mim, a liberdade, isto é, dizer com responsabilidade o que penso, é tão natural como respirar – e não me vejo a estar na vida de outra maneira.
Mesmo que isso se tenha de pagar!... Mas, a liberdade nunca é cara.

As opiniões, quando não são amordaçadas, são incómodas. E o corporativismo instalado nesta Terra, dá-se mal com isso.
Na nossa Terra, esta falta de respiração democrática não acontece, apenas, por culpa de quem está no poder há quase duas décadas. Esta claustrofobia política existe, principalmente, porque existe uma maioria absoluta medrosa e abúlica.
Foi uma situação que foi cristalizando com o decorrer dos anos, devido à lógica de funcionamento dos interesses do regime instalado em São Pedro, porque não surgiram contra poderes fortes e autómanos na sociedade local para fazer o contraditório.

Numa Terra, com uma opinião pública frágil e, em alguns casos, dependente dos interesses instalados, a independência da iniciativa vê-se constrangida por calculismos permanentes de interesses face ao poder local vigente.
Não deveria ser assim. Mas, desgraçadamente para todos, é assim que as coisas funcionam em São Pedro.
Só falei nisto porque hoje é sábado...

A caminho da praia!...


X_Q60

sexta-feira, 22 de junho de 2007

Desporto não é só futebol....



...mas a tradição já não é o que era!...
No Mundial de Montreux a Selecção Nacional de hóquei em patins venceu esta tarde o Brasil, por 5-3.
Com esta vitória, Portugal ganhou direito a discutir, amanhã, às 17h15, o quinto lugar, com a França, a quem já ganhou (4-1) na fase de grupos.
É a primeira vez na história dos Mundiais que a Selecção Nacional joga para um lugar tão baixo.

Quem não tem voz caça com gato




Um rato em decomposição foi encontrado num gabinete do Tribunal da Boa Hora.
Há três anos a solução foi colocar ratoeiras. Desta vez, porém, os juízes da 4ª Vara do tribunal da Boa Hora fizeram chegar um requerimento à Direcção-Geral de Saúde e à Inspecção-Geral do Trabalho!....

Em São Pedro, como sabemos, também há ratos.
Que o diga o pescador da pesca artesanal, que tem de guardar os apetrechos de pesca nestes palheiros, nas imediações do megalómano Portinho da Gala...

Como (por mais requerimentos que fizesse...) dificilmente a sua voz seria ouvida por quem de direito, e como a necessidade aguça o engenho, a solução foi esta: abrir uma "gateira" (buraco na porta para deixar entrar os gatos e eles fazerem o trabalho).

E esta!...

PR e a visita às Comunidades Portuguesas nos EUA



Saiba mais AQUI....

X&77

quinta-feira, 21 de junho de 2007

Memória de um Homem


Estou muito mais pobre.
Foi esta tarde a enterrar, no cemitério de Buarcos, o meu Amigo Luís da Cruz Falcão Martins, um Homem bom, honesto, simples e de carácter.

Os homens de carácter são a consciência da sociedade a que pertencem. A medida natural dessa força é a resistência às circunstâncias.

O “velho” Falcão foi sempre um resistente.
Ainda há pouco tempo, em Abril deste ano, na última vez em que estivémos com ele, eu e o Alexandre Campos, pudemos verificar isso.
Até sempre Companheiro.

X&Q58

Começou o Verão


O solstício de Verão ocorre hoje, marcando o início da estação mais quente do ano.

Contudo, o início do Verão, habitualmente aproveitado pelos portugueses para dar um mergulho na praia, tem este ano más previsões meteorológicas em todo o país, com possibilidades de céu muito nublado e aguaceiros.

Mais um sinistro no mar


Incêndio destrói casa das máquinas do arrastão “Mar da Galega”.

O 2.º maquinista, Pedro Jorge Silva Pata, de 36 anos, residente em Cova-Gala, Figueira da Foz, foi evacuado para o Hospital de Santa Maria.

Mais pormenores aqui e aqui.
Foto sic notícias.

quarta-feira, 20 de junho de 2007

Tó (da lota) continua de férias

Um amigo fez-nos chegar a informação: o Tó (da lota), o verdadeiro, encontra-se de férias na Gala.
Só isso explica o retorno aos comentários desabridos, despropositados e inenarráveis.
Como sabemos que não há almoços grátis, aqui fica, em jeito de compensação, um teste para avaliar o seu - dele, tó (da lota) - QI.