.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

sexta-feira, 15 de maio de 2015

Portas vai ter de engolir a verdade imaculada do livro...


A maioria das pessoas não diz o que pensa. 
Talvez, por  se sentirem retraídas, com medos que nem sequer consigo imaginar. 
Ou, quiçá, por saberem que o mundo em que vivem não está preparado para conviver com a verdade. Ou, simplesmente, porque gostam de viver na mentira.
Pelos vistos, as verdades imaculadas apenas se encontram nos livros…

2 comentários:

A Arte de Furtar disse...

Passos Coelho tem a «mentira como dama de companhia» e o parceiro Portas é o Mestre!
… mentirosos, irrevogáveis... esqueci-me que estas palavras foram banidas do dicionário lá das suas casas!
É sempre bom poder contar com a incompetência de uns e o altruísmo e abnegação de outros.
E ainda falta tanto para Outubro...

Anónimo disse...

A vingança serve-se fria.

A longo prazo a coligação será apenas boa para o PSD, sendo péssima para o CDS. Este vai perder um eleitorado próprio, diluindo-se no PSD, e em breve não será mais do que um simples PEV da direita, que só será conservado enquanto tiver utilidade.
No entanto parece ter chegado a hora de ajustar contas com Paulo Portas. A biografia tem também o efeito de fazer parecer ao eleitorado como mero favor do PSD o acordo de coligação.
Haverá resposta de Portas?
Tudo depende da quantidade de biografias autorizadas que ainda venha a surgir até às eleições.

Entretanto apareceu mais um "livrinho" inocente, agora de Rui Rio. Outro campeonato.
Ou será que isto anda tudo ligado?