"Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha." - Confúcio

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Que quadro mais adequado ao "status quo", o narrado nesta crónica! E reparem: vejam como o seu desenrolar vai certinho e com o pé direito levantado!..

"Tríptico para as autárquicas", uma crónica de José Fernando Correia.
Via AS BEIRAS.

3 comentários:

NELSON FERNANDES disse...

Agostinho
este comentário é pouco rigoroso, para não lhe chamar pouco sério. Sim porque o seu autor, como adjunto do presidente não pode ser ignorante.
A CDU afirma que a Camara, no ano passado terminou o ano com nove milhões de euros de saldo. Na realidade foram 16 milhões de euros pois transferiu para despesas de capital mais sete milhões de euros. Este ano o mapa de excursão orçamental, do primeiro semestre já leva doze milhões de euros a mais, portanto no final do ano é de esperar um saldo bem superior ao do ano passado.
Quanto á descida do IMI em meio ponto percentual está perfeitamente quantificado. Para uma receita de IMI de doze milhões de euros meio ponto custa 600 mil euros. que pode e deve ser acomodado no saldo final, pois percentagem é insignificante. NELSON FERNANDES

Anónimo disse...

Calma que este tipo é o novo Centeno. Ele é mesmo muito bom e desde que passou a chefiar como padre a Loja Fernandes Tomaz ele passou a super bestial, já é bispo do avental. Em Montemor era apenas o idiota que ía afundando a Fernão Mendes Pinto e afundou a Quadromor a empresa do sogro do montemorense Nuno Cid, candidato na lista do PS à Câmara em quinto lugar, outro laureado da gestão. Mas na Figueira os de fora é que são bestiais.
Mas o novo Centeno do avental é mesmo irritante, e tem uma lata que mais parece latão. Neste texto brilhante de isenção só falta dizer para passarem a nomearem os presidentes de Câmara como no tempo do Estado Novo. Este menino ficava-lhe bem um chapéu preto e uma gabardine tipo agente pide. Muito cuidado com este menino, muito perigoso e faz asneira e passa sempre pelo intervalo dos pingos da chuva. Fugir sempre de um pseudo intelectual supostamente de esquerda.

Anónimo disse...

Pseudo intelectual ainda vá que não vá, agora de esquerda???? Não esquecer que depois da Fernão e da QuadroMor ainda afundou completamente a ARCA-EUAC em Coimbra, por isso tem mto a explicar em termos de competência e trabalho, porque de aventalada estamos tratados...