"Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha." - Confúcio

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Mais um episódio do folhetim Naval...

Via AS BEIRAS

«A Naval SAD e a Associação Naval 1º de Maio reagiram, numa conferência de imprensa realizada na sede do clube no Estádio Municipal José Bento Pessoa, à decisão tomada na reunião de câmara da passada segunda-feira que dá conta da passagem da gestão do Estádio Municipal para as “mãos” da Câmara Municipal da Figueira da Foz. 
O intermediário do clube foi Herculano Gonçalves, antigo deputado na Assembleia da República pelo CDS-PP, eleito pelo círculo de Santarém, que tem ligações a um grupo de investidores que há cerca de seis anos tentaram “salvar” o Estrela da Amadora da extinção através de um plano de recuperação que, entretanto, viria a ser chumbado pelos credores e que, atualmente, representa Aprígio Santos e um fundo colombiano que pretende “colocar o clube novamente nos campeonatos profi ssionais”
Segundo o mesmo, a Naval ainda não foi notificada oficialmente da decisão da Câmara e afirmou que ficou surpreendida pela decisão, porque, “há uns meses”, teve lugar uma reunião na câmara que teve o Estádio Municipal como um dos temas debatidos. 
“A Naval 1.º de Maio ainda não foi notificada dessa decisão. Essa mesma decisão é, no mínimo, surpreendente porque marquei uma reunião com João Ataíde e Carlos Monteiro onde houve a assunção de um compromisso, que lamento não estar escrito, de alterar o contrato de arrendamento que existe com a Naval SAD, e onde está envolvida também a Naval 1.º de Maio, para a prolongação do mesmo para nunca menos de 25 anos. Havia um projecto para a recuperação deste estádio e a Câmara conhece-o”
Contactado pelo jornal As Beiras, Carlos Monteiro, vereador para o desporto, confirmou a existência dessa reunião, mas nega terem sido apresentados projectos ou o nome da pessoa por detrás deste investimento. “Ele virá a ser notificado pela Câmara. É verdade que ele esteve reunido connosco mas o que não é verdade é que ele nos tenha feito chegar esse dossiê. É mentira. Nunca nos foi apresentado um projecto ou sequer divulgada a pessoa que estava por detrás desse investimento”
Herculano Gonçalves afirmou que se este projecto não avançar, alguém vai ter que assumir as responsabilidades de deixar cair uma associação com mais de 120 anos. 
“Caso haja divisões não há projecto que vingue. Essas divisões começaram com a criação da Associação Naval 1893 e terminam com a deliberação da Câmara na passada segunda-feira. Se a Câmara quer matar uma associação centenária, tem todo o direito de o fazer, mas tem que ser responsabilizada por isso”
Confrontado com as afirmações proferidas pelo representante de Aprígio Santos, o vereador do desporto afirmou que não sente responsabilidade nenhuma e que não está preocupado com a Naval SAD, mas sim, com a Associação Naval 1.º de Maio.
“Eu não sinto responsabilidade nenhuma. Não estou preocupado com a SAD da Naval. Estou sim preocupado com a Associação Naval 1.º de Maio”, concluiu. 

7 comentários:

Anónimo disse...

Finalmente aparaceu alguem da SAD vamos lá ver se agora pagam as dividas.

Anónimo disse...

Sabia que na primavera apareciam as andorinhas só não sabia que o final do verão era propício ao aparecimento de de papagaios.

Maria João Carvalho disse...

Eu voto nele, na sua pessoa. É temerário, honesto, voluntarioso. O segundo comentador disto, anónimo como qq cobarde é que é um papagaio. Se não gosta, não devia descer o nível e dar vivas ao próprio candidato... Noutro mural...

Anónimo disse...

Ó dona Maria João será que está a ler o mesmo post que eu?
Candidato ? Mas qual candidato?
O valha-me Deus.

Anónimo disse...

Mas quem é este Senhor para ter legitimidade para falar da centenária Associação Naval 1º de Maio.
Que conhece este senhor para argumentar que a Naval pode vir a ter fim. Terá um final dramatico sim senhor se muito rapidamente não for extinta a entidade que arruinou a Naval 1º de Maio ou seja a Naval SAD.
Como é que este Senhor se arvora em representante da personalidade que arruinou a Naval e depois quer reunir confiança dos figueirenses , sócios e autarcas.
Este Senhor de facto se esteve nos investidores (salvadores) do Estrela da Amadora o exemplo está bem à vista o Estrela está de boa saúde e o seu presidente esta condenada a uma serie anos de cadeia por desvio de dinheiros. Então há investidores bolivianos? Serão parentes dos Chineses que quiseram comprar a Naval e posteriormente quiseram comparar o patrimonio de Aprigio. Acabem com esse cancro da SAD e salve-se a Naval 1º de maio

Anónimo disse...

Assino por baixo o comentario de 16 setembro, 2017 16:54.

Anónimo disse...

Acabei de ler o post que retrata a situação porque passa a naval 1º de maio. Entre tanta baboseira proferida por esse tal procurador do coveiro Aprigio Santos uma coisa me saltou à vista. Mas afinal quem são estas pessoas que querem vender a Naval 1º de Maio aos colombianos?
A Naval 1 de Maio está à venda?
Estes senhores que liquidem as dividas da Naval 1º de Maio feitas por eles e deixem o clube em paz