"Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha." - Confúcio

segunda-feira, 3 de maio de 2021

PSD espera que o Presidente da AM se retrate. “Neste momento, não tenho que me retratar” diz José Duarte

Em comunicado, os deputados eleitos do PSD esperam que o presidente da Assembleia Municipal, José Duarte, se retrate do assumido “ataque pessoal” que fez ao líder da bancada socialdemocrata, Teotónio Cavaco, na última sessão daquele órgão autárquico, realizada na passada sexta-feira
Os eleitos daquele partido da oposição manifestam também “profundo repúdio pela forma incorreta e injustificada, após uma sua intervenção, realizada educadamente e feita em nome do PSD, relativamente à não transmissão em streaming das sessões da Assembleia Municipal”, como um dos seus foi tratado pelo autarca socialista. “Os eleitos para a Assembleia Municipal têm como função, entre outras, fiscalizar os actos do Executivo camarário e, nessa qualidade, têm a legitimidade e o dever de intervir e de questionar, e por isso sempre pugnaremos pela liberdade de pensamento e de expressão. Não nos revemos nem aceitamos esta forma de actuação e fazemos votos de que o senhor presidente da AM, que tem de ser o garante da participação livre e democrática, se retrate imediatamente da sua infeliz actuação”, defendem os deputados municipais do PSD, no comunicado que temos vindo a citar.
Em declarações ao Diário as Beiras, edição de hoje, o presidente da Assembleia Municipal, José Duarte, afirmou:  “neste momento, não tenho que me retratar”.
Recorde-se que o incidente levou a que o os deputados do PSD Teotónio Cavaco, Manuel Rascão Marques, Leila Fidalgo Ferreira, Pedro Macedo, Tiago Cadima e Paulo Pinto abandonassem a sessão. Porém, Margarida Fontoura, Isabel Sousa e Célia Oliveira, também eleitas pelo PSD, continuaram na sala a acompanhar a sessão da AM realizada na passada sexta-feira.

Sem comentários: