"Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha." - Confúcio

sexta-feira, 14 de maio de 2021

Editor de política da Lusa demite-se após texto que identifica deputada de forma racista

Imagem via Entre as brumas das memória
«O editor de política da Lusa José Pedro Santos demitiu-se do cargo na sequência de um texto disponibilizado aos clientes, e publicado nas edições online de vários órgãos de comunicação social portugueses, em que uma deputada do PS era identificada de forma racista. 
O texto foi disponibilizado pela Agência Lusa na quinta-feira à noite, por volta das 22 horas. Após ter sido detetado o "erro", José Pedro Santos apresentou o pedido de demissão do cargo. Por volta da meia-noite, a Lusa emitiu um comunicado em que lamenta profundamente o erro da notícia em que uma deputada do Partido Socialista foi identificada "de modo inaceitável, contra todas as regras éticas e profissionais". "A Direção de Informação da Lusa lamenta profundamente o erro de uma notícia transmitida pela agência sobre a constituição da comissão da revisão constitucional em que uma deputada do Partido Socialista surge identificada de modo inaceitável, contra todas as regras éticas e profissionais constantes do Código Deontológico dos Jornalistas e do Livro de Estilo da Lusa", dá conta a nota difundida. 
 A Direção de Informação da Lusa acrescenta que vai "proceder a uma investigação sobre o que aconteceu" e "apresenta as suas desculpas à deputada, ao Partido Socialista" e a "todos os clientes e leitores" da agência. O Sindicato dos Jornalistas, confrontado com o sucedido, remeteu o caso para o Conselho Deontológico, o qual averiguará as circunstâncias e ouvirá os intervenientes, como é prática deste órgão de regulação profissional.»

Sem comentários: