"Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha." - Confúcio

quarta-feira, 5 de maio de 2021

José Elísio Ferreira: o sobrevivente dinossauro autárquico figueirense

No fundo é isto: o José Elísio Ferreira, só poder ser mesmo bom autarca.
Tanto chegou a vereador pelo PS, como pelo PSD. Tanto podia ter sido sido candidato ganhador a presidente da junta de Lavos pelo PS, como chegou a presidente pelo "Vai ou Racha", como pode chegar a presidente pelo PSD.

José Elísio Ferreira chegou a vereador em 1980, num executivo PS figueirense presidido pelo Dr. Joaquim de Sousa. 
Em 1983 continuou como vereador PS, mas já num executivo presididido pelo Eng. Aguiar de Carvalho.
Em 1986 foi descartado como vereador pelo PS. 
Saíu do Partido Socoalista. 
Depois de uma passagem pelo PSN, filiou-se no PSD onde chegou a presidente da concelhia e vereador no mandato 2005/2009 sendo presidente o Eng. Duarte Silva. Antes desempenhou vários cargos na Misericórdia da Figueira e na Câmara Municipal da Figueira da Foz.

Portanto, o facto de José Elísio Ferreira ter tido, ao longo da sua longa e proveitosa carreira política, a oportunidade, como autarca, de espalhar a sua sabedoria por dois partidos e por um movimento de "independentes" só pode merecer palavras de encómio.
Se o PSD/Figueira estivesse atento, já tinha começado um curso de formação autárquica na Figueira, para formatar novos autarcas, tendo como Director o experiente José Elísio Ferreira.
Lavos está de parabéns.

Imagem via Diário as Beiras.

Sem comentários: