.

"Como todos sabem, há diversas modalidades de Estado. Os estados socialistas, os estados capitalistas e o estado a que chegámos" na Figueira.

domingo, 19 de novembro de 2017

Que arremedo de País...

Os patrões não têm disponibilidade para aceitar a subida do salário mínimo para 600 euros, já em janeiro de 2018.
O aviso foi dado hoje pelo presidente da Confederação Empresarial de Portugal (CIP), António Saraiva, em entrevista conjunta à Antena1 e ao Jornal de Negócios, onde considera que a proposta de aumento do salário mínimo para 600 euros, defendida pelo PCP, é "uma luta partidária" dos comunistas com o Bloco de Esquerda.
"Não é que o salário mínimo não devesse ser - assim o país tivesse condições e as empresas para o suportarem - dessa dimensão”!..
E eu considero que ele devia ser obrigado a viver com 600 € de ordenado mínimo durante 1 ano!..

No meu modesto entender, a economia não serve para nada se estiver desligada das pessoas. 
Nunca consegui falar com uma empresa. Mas, mas todos os dias falo com trabalhadores! 
Repugnam-me e não  entendo dividendos, quando não existe pão suficiente à mesa de quem trabalha! 
Repugnam-me e não compreendo os lucros, quando o ordenado mínimo não atinge 600 €! 
Repugna-me e não compreendo que se continuem a pedir todos os sacrifícios a quem em nada contribuiu para esta situação!
Eu sei que sou um analfabeto económico, mas deixo uma pergunta...
Porque é que não julgam os ladrões e os corruptos?
AH pois: quando os homens são puros, as leis são desnecessárias!
Quando são corruptos, as leis são inúteis...

Sem comentários: