.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

quarta-feira, 12 de abril de 2017

DUNAS DO CABEDELO: PUBILICIDADE ENGANOSA OU O SEGREDO É A ALMA DO NEGÓCIO?..

O direito à informação é um direito do cidadão português.
Mesmo numa obra particular, é obrigatória a plubicitação da informação que permita ao vizinho ir saber se não irá  ser prejudicado com a "nossa" obra.
Se é assim para os particulares, por maioria de razão, é assim para as obras públicas.
Numa sociedade democrática  têm de se ter assegurado o exercício de direitos enquanto cidadãos. Numa palavra, todos temos o  direito à cidadania.
Na foto, reparando na placa da esquerda, que já lá está há mais de um ano, e na placa da direita, verificamos facilmente o que falta numa delas - neste caso, na da esquerda.
Nome do dono da obra. Nome da obra. Nome do empreteiro e do responsável. Valor da obra. Data do início da obra. O progama de financiamento. O valor comparticipado. Prazo de execução. Informações (número de telefone e mail para entrar em contacto com o dono da obra).
Nota final.
Senhores "quens": de direito, isto tem regras.
Ou já não será assim?..

Sem comentários: