.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

O ar aparentemente adormecido do presidente...

Foto Figueira na Hora
Nunca se está só na contemplação do belo. 
Ele entranha-se, fazendo de nós uns seres bem diferentes. 
Como se pode ver, observando a fotografia, o ar do presidente não engana.
Tudo se inicia com a contemplação, passando pela admiração e pela interiorização.
Complementa-se com a compreensão. 
Hoje em dia,  há uma tendência para nos fecharmos e não mostrarmos aos outros o que nos vai na alma. 
Há uma desconfiança generalizada. 
Queremos passar por comuns e despercebidos. 
A atenção, a ternura e o carinho para quem nos rodeia, não se coaduna com a competitividade pura e dura que  é exigida a um político que tem de garantir a sobrevivência nesta selva em que querem transformar o nosso viver.
Fica  o meu respeito e admiração pelo ar enlevado e ligeiramente dormente do presidente e, sobretudo, pelas convicções carnavalescas de um vulto político, que já ultrapassou as fronteiras do nosso concelho.

Sem comentários: