"Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha." - Confúcio

domingo, 26 de fevereiro de 2017

Canta, canta, minha gente...

Em casa onde mulher manda, até o galo canta fino...
Carnaval: não leves a mal.
Tu és estrume, fermento,
sorriso franco, alento...

Solta-me deste ser bisonho...
Que tudo não seja parte de um sonho!
Vá lá, carnaval, vem
e traz uma rainha que, também,
faça perder o tino...

Haja decência.
Carnaval figueirense,
sem música brasileira,
era uma pasmaceira vazia e indecente...
Era como fazer amor por correspondência...
Canta, canta, minha gente!..
 

Sem comentários: