.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

A Figueira, é uma cidade de divertidos foliões. Porque é que eu deveria se diferente dos demais?

Uma foto de um carnaval de outros tempos, sacada daqui
Nesta Figueira "é carnaval todos os dias". Todos os dias mesmo... E há muito tempo. 
Pelo menos, desde Aguiar de Carvalho.
Então com Santana Lopes e com  a sua gestão da Câmara da Figueira, de tão boa e salutar memória, a coisa funcionou na perfeição...
A partir daí, a coisa nunca mais parou: todos os dias, isto é uma maravilha de paródia dada ao pagode...
Presumo mesmo que seja impossível viver noutra cidade deste país mais divertida...
Onde é  que temos governantes mais patuscos do que aqui? 
O presidente da Figueira, que inclui a horta da praia da calamidadeJoão Albino Ataíde, é praticamente imbatível... 
Mas, os vereadores, uns atrás dos outros, sempre seguros e consistentes, seguindo as pisadas do presidente, cometem gaffes coloridas, dão as piruetas e golpes de rins mais bem executados, emitem os delírios megalómanos mais sofisticados e pindéricos, acompanhados dos melhores considerandos em cerimónias de circunstância a tresandar a pastelinhos de bacalhau e sandes de coratos, não se ficam atrás...
Não pensem que o pináculo veio à tona neste carnaval, apesar de o momento que estamos a viver na Figueira ser impagável...
E, depois disto tudo,  quereis fazer o quê: mudar?
Tenham juízo...

Sem comentários: