Ernest Hemingway: «Um homem pode ser destruído mas não vencido.»

domingo, 26 de fevereiro de 2017

Coisas que irritam Passos: offshores...

Cito o camarada Jerónimo de Sousa: «saída de 10 mil milhões de euros para paraísos fiscais sem fiscalização da Autoridade Tributária entre 2011 e 2014 é a prova de que PSD e CDS "à banca, aos ricos, aos poderosos fecharam os olhos" ao mesmo tempo que aplicavam austeridade à generalidade dos portugueses.»
Entretanto, hoje, Núncio assumiu responsabilidade política e entala Passos.
Recorde-se que nas primeiras declarações à imprensa, Paulo Núncio tentou responsabilizar a Autoridade Tributária, até ontem ter sido desmentido pelo anterior Director-Geral Azevedo Pereira.

Núncio deixa agora Passos Coelho e Maria Luís Albuquerque numa situação complicada. Ainda recentemente, em declarações à imprensa, o líder do PSD afirmava não estar em causa qualquer responsabilidade política. Mais acrescentou estar indignado por haver quem insinuasse poder ter havido qualquer acção ou omissão do anterior governo que tivesse levado à não publicação das transferências.

Já agora, que estamos no carnaval, acrescente-se e clarifique-se, que este é apenas um vestígio da verdadeira lei que há pelo menos cinco séculos governa o mundo: a pirataria.

Sem comentários: