.

#FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA.#FIQUE EM CASA.

sábado, 25 de fevereiro de 2017

Nuno Lopes, jovem empresário da Baixa da Figueira da Foz

Pergunta do jornalista:
"Por que é que a ACIFF se tem recolhido no silêncio?
Resposta de Nuno Lopes:
"A ACIFF teve um papel interventivo em demover a abertura destes espaços comerciais. Num decreto lei de 2004, era tomada em consideração. [Entretanto], foram extintas as comissões distrital e municipal e deixou de ser necessário o parecer da ACIFF. Actualmente, a câmara tem a liberdade de aprovar a abertura, mas, no nosso entender, seria importante haver uma conversação, uma parceria, para delinearmos uma estratégia conjunta.
Pergunta do jornalista:
"A lei não impede que a autarquia dialogue com a ACIFF. Tem havido diálogo?"
Resposta de Nuno Lopes:
"No mandato actual, não.

Esta entrevista pode ser ouvida na íntegra, também hoje, pelas 21H00, na Foz do Mondego Rádio (99.1FM), e vista na Figueira TV.

Sem comentários: