"Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha." - Confúcio

sábado, 14 de março de 2015

Peter Pereira - um fotojornalista

imagem sacada daqui
O português e figueirense Peter Pereira recebe este sábado, nos Estados Unidos, o prémio Fotógrafo do Ano de Nova Inglaterra, região que inclui seis Estados norte-americanos, da National Press Photographers Association, organização que representa todos os fotojornalistas do país.
Para Peter Pereira “o fotojornalismo nasce da ideia de chegar às pessoas numa linguagem que todos podem entender, criar histórias visuais que chamam a atenção de uma forma que não pode ser ignorada. Quando recebes um prémio, isso dá-te uma oportunidade para mostrar às massas histórias em que tens interesse”.
Nos últimos 17 anos, além dos prémios da National Press Photographers Association, recebeu a distinção de fotógrafo do ano da New England Newspaper & Press Association, por sete vezes, e um prémio de excelência dos prémios China International Press Photo.
No campo da fotografia, diz que o fotojornalismo foi sempre a única opção para si.
Ao contrário de outros tipos de fotografia, tem um impacto directo na forma como olhamos o mundo. É uma linguagem universal, capaz de atravessar fronteiras. Não tenho dúvidas de que o fotojornalismo consegue mudar o mundo”.
Representado pela agência portuguesa “4SEE”, Peter diz que continua ligado ao país que deixou há quase 40 anos.
Vivi nos Estados Unidos a maior parte da minha vida, mas gosto da ligação que esta agência me dá ao meu país.
Tenho orgulho de ser português, de promover o país o quanto posso e vou sempre considerar-me português”.
Peter Pereira tem família na Cova-Gala. Parabéns Peter Pereira.

1 comentário:

A Arte de Furtar disse...

Fotógrafo e da Cova-Gala...isso começa a ser um cartão de apresentação "pouco recomendável"!
Bom trabalho e felicidades.