.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Política figueirense!..

"O deputadinho por Coimbra" 
O PS da Figueira reagiu à tomada de posição pública da concelhia PSD local e publicou um comunicado sobre a “coisa”.
No documento, o Secretariado concelhio do PS da Figueira da Foz afirma que “as acusações de autoritarismo ou absolutismo, por uma reunião de câmara por mês ser fechada ao público, não passam de meras acusações «baratas» para tentar manchar o arranque de um mandato autárquico claramente legitimado pelos figueirenses”
É desta forma, que o PS começa por reagir ao comunicado da Concelhia do PSD publicado esta semana.
Os socialistas acrescentam que “a transparência na gestão da coisa pública não se mede pelo número de reuniões abertas ao público”. E “a prova disso”, acrescenta, “está na gestão de 12 anos do PSD, relativamente aos quais muitos dossiês ainda continuam por explicar, apesar de, nesse mesmo tempo, as duas reuniões serem abertas ao público”.
Tendo sido assim – e foi – pergunta-se: para quê então a peregrina ideia de fechar ao público e aos jornalistas uma das duas reuniões de câmara deliberativas que se realizam em cada mês?..  
Continuando a citar o comunicado do Secretariado local do PS, liderado pelo deputado e  vereador João Portugal, a decisão do executivo camarário deve-se “ao recato que algumas matérias delicadas exigem”.
Cá para mim, a Câmara apercebeu-se rapidamente do negativo que era para a Figueira, num país como Portugal, a Transparência e Integridade Associação Cívica (TIAC), ter colocado a nossa cidade no primeiro lugar do ranking da transparência municipal, entre as 308 congéneres portuguesas, cuja média é de 33 pontos, numa escala de 100.
O estudo apresentado em Lisboa, segundo  nota de imprensa do gabinete da presidência da câmara, foi feito com base no levantamento da informação disponível nas páginas oficiais das autarquias na internet. A da Figueira da Foz obteve uma classificação de 61 pontos, conquistando, deste modo, o primeiro lugar no “pódio” da transparência municipal.
Isto, realmente, é transparência a mais.
Com a crise que  atravessamos, houve  que tomar medidas de  austeridade urgentes nesse sentido...
O guião foi apresentado e aprovado na reunião camarária do passado dia 24 do corrente, quinta-feira, pelo presidente Ataíde.
Vou procurar estar atento à próxima reunião da Assembleia  Municipal.

1 comentário:

EMPLASTRO disse...

Eu já sabia disto quem me disse foi o coelhinho da pascoa numa noite em que fomos beber uns copos com o pai natal.