"Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha." - Confúcio

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Tem sido uma semana algo “atrapalhada” para o Pedro...

A Exposição de fotografia "Recortes da Aldeia.., a primeira aventura do género do meu colega de blogue Pedro Cruz, é inaugurada hoje. Tal evento, vai acontecer mais logo, pelas 16 horas, em Buarcos, no Núcleo Museológico do Mar, sito na Rua Governador Soares Nogueira, nº 32.
Vou cometer uma inconfidência: notei que esta semana tem decorrido algo "atrapalhada" para o Pedro. E o motivo, para mim que o conheço bem, é simples: não está habituado a que falem dele.
A nível da comunicação social, o anúncio desta primeira mostra deste fotógrafo covagalense, foi alvo de atenção. Nos jornais (Voz da Figueira, Diário de Coimbra, Beiras, Figueirense) e na blogoesfera, ( Aldeia Olímpica, Marcha do Vapor, Cova d´oiro, Olímpio Fernandes, o Palhetas, O cão que ladra ... também morde!, LIMONETE, o sítio dos desenhos, O Ambiente na Figueira da Foz, o que eu penso, COVA GALA entre rio ... e o mar, Prosas Vadias) ficam palavras de carinho e incentivo para com o Pedro. Depois, o Custódio Cruz, um coração sempre ao pé da boca, ajudou com um comentário no Marcha do Vapor, que o deixou deveras sensibilizado: olhar para as fotos do Pedro é emocionar o meu coração, sentir por exemplo os "espelhos de água" nas salinas do Mondego, ou a beleza de uma "árvore despida"...é encontrar brilho da natureza em todas as suas vicitudes maravilhosas...
O Pedro, nos últimos anos, cresceu muito e evoluiu, como fotógrafo e como ser humano.
Nos dias que correm, como recorda, com carinho e admiração, o Olímpio no seu blogue, já não é mais o puto do cabelo "bastante cortado nas partes laterais, mas a nuca cheia de cabelo, e depois na frente o volume sobre o lado esquerdo,em espiral e bastante saliente, para aplicar o tal gel da ordem". Hoje em dia, o Pedro mudou o estilo, embora para mim e para o Olímpio, continue a ser o puto. Mas, agora, é o puto, simples, do "pente dois ...uma carecada".
Acreditem: visitem a exposição do Pedro Cruz, patente na acolhedora sala do Núcleo Museológico do Mar, que vale bem a pena...

Actualização: agradecimentos também à FMRádio, pela divulgação.

6 comentários:

Olímpio disse...

Já é habito andar por aqui altas noites,clicando,mas agora e com a verdade que eu sinto,gostei muito de ver este "puto"caminhando e pensando no êxito que vai ter com a sua máquina fotográfica.como devem compreender não quero nada de nada,mas que diacho de mania,parece fazer parte e sem nada ter feito para esta exposição,que tudo isto tambem faz sintonia com a satisfação de trabalhar numa terra que muito respeito,pelo modo como tenho sido tratado.Para já sou o primeiro na fila dos comentários,foi para isso que acordei e a pensar na exposição.È tão agradável verificar os êxitos dos outros ,neste caso é o "puto" que eu conheci na Gala,de cortes bem pensados e agora ai vai disto,a carécada da ordem.Até logo com aquela amizade que vale a pena viver.

Vanessa disse...

Vou ficar deste lado a torcer e com muita pena de não estar aí!
Beijinhos

Unknown disse...

Longe vão os dias em que tu (e permite-me a liberdade de também te chamar puto)eras um puto traquinas, por vezes um pouco zangado com o mundo. Lembras-te? Coisas próprias de um adolescente. Sempre acreditei em ti, na tua simplicidade, na tua pureza de sentimentos e no grande "puto" que realmente és. Só não tinha descoberto,até à abertura deste Blog, o Artista que existe dentro de ti. Continua assim, lindo porque o futuro seguramente,trar-te-á grandes alegrias. Beijinho prima e até já.

João Pita disse...

Olá Pedro!
A ponte está ali, à vista de todos. Todos a olham, esta e todas a outras pontes.
Mas, a partir do abrir e fechar do diafragma da máquina que tens encostada ao rosto, todos olham a ponte da mesma forma que tu a vês. E, é única, é a tua arte de olhar o mundo que te rodeia.
Continua, continua ... o caminho só agora começa a ser trilhado.
Uma abraço.
João Pita

Fátima disse...

Olá Pedro.
Quando te conheci eras mesmo um puto reguila, agora um grande artista.Obrigado por nos mostrares a nossa bela cidade atravez da tua maquina fotografica.Muito sucesso para o futuro.
Beijinho e até logo

maresia disse...

Pedro (Mantorras)
Senhor fotografo!
Espero do fundo do coração que tudo corra pelo melhor
Que a tua exposição fotográfica,seja a 1º glória (em termos profissionais) da tua vida...imensa!
Que muitas imagens de alegria, sejam por ti "Retinadas"
beijito amigo