Sou o senhor de meu destino; Sou o capitão de minha alma.” William Ernest Henley

sábado, 21 de novembro de 2020

Esta mania do Outra Margem registar a história para memória futura nunca agradou ao poder ao longo dos mais de 16 anos de existência deste espaço...

A propósito de derrapagens nas obras concelhias: fica um exemplo figueirense:


Sem comentários: