Sou o senhor de meu destino; Sou o capitão de minha alma.” William Ernest Henley

quarta-feira, 11 de novembro de 2020

A constante presença dos políticos nos jornais locais chega a roçar a obscenidade

Lido no Diário as Beiras, edição de hoje.


Nota de rodapé.
Permitam uma sugestão: porque é que os senhores autarcas, antes de falarem nas sessões de câmara, não vão ao terreno, para saberem do que falam. 
Eu sou utente do Posto Médico da Cova e Gala e, neste momento, não tenho médico de famíla atribuído. 
Para pedir medicamentos, tenho de ir ao Posto Médico, onde me dão um impresso para preencher com os medicamentos de que tenho necessidade, colocá-lo num envelope, e ficar à espera que me mandem a receita para o telemóvel. 
Depois é aguardar pacientemente. Hoje dia 11 de Novembro de 2020, estou a aguardar a receita referente à solicitação que fiz no passado dia 5 de Novembro de 2020.
E não há falta de médicos na douta e sabedora opinião do vereador Miguel Babo!..
Acesso a consultas nem é preciso acrescentar nada, pois toda a gente sabe o que se passa a nível nacional.
O que não seria se houvesse falta de médicos no concelho da Figueira?
Não há falta de médicos, nem vacinas para quem, prejudicando quem respeita as regras, segue por esquemas baseados em conhecimentos, também políticos,  para ter acesso aos serviços do SNS...

Sem comentários: