"Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha." - Confúcio

quarta-feira, 18 de novembro de 2020

Construções na areia da Praia do Cabedelo...

 

Via SOS CABEDELO.

Prolongamento do enrocamento na raíz do molhe.

Na sequência da reunião promovida pelo vereador Miguel Babo com o SOS Cabedelo e o Sr. Presidente Carlos Monteiro, e da Reunião de Câmara de 04-05-2020, conforme ata que se segue, aguardamos com expectativa pela revisão do projeto com o novo enrocamento, em conformidade com os mesmos alinhamentos e geometria do enrocamento existente, evitando descontinuidades com impacto negativo na segurança dos banhistas e na qualidade da onda do Cabedelo. 


Nota OUTRA MARGEM
«A Câmara Municipal, no uso da competência que lhe é conferida, ao abrigo do disposto na alínea f) do n.º 1 do artigo 33.º do anexo I da Lei n.º 75/2013, de 12 de setembro, deliberou, por maioria, com oito votos a favor, do Presidente e dos Vereadores, Ana Carvalho Oliveira, Mafalda Azenha, Nuno Gonçalves, Miguel Pereira, Diana Rodrigues e dos Vereadores eleitos pelo Partido Social Democrata, Carlos Tenreiro e Miguel Babo e um voto contra do Vereador eleito pelo Partido Social Democrata, Ricardo Silva, no âmbito da empreitada para “Área de Requalificação Urbana do Cabedelo 2.ª fase – Proteção e Reabilitação Costeira e Dunar”, aprovar: ------------------------------------------------------
A adjudicação da empreitada à concorrente Civibérica-Obras Civis, S.A., pelo valor global de 1.978.000,00 € . Deliberação aprovada em minuta. -----------------------
O Vereador eleito pelo Partido Social Democrata, Ricardo Silva, proferiu a seguinte Declaração de Voto: -------------------
“Estão a lançar obras e a fazer adjudicações quando deviam de tratar das obras inacabadas e resolver o problema das obras concluídas. Seria bom repensar todas estas obras com bom senso. Deviam parar e repensar tudo, face ao parco recurso do município como o Governo está a fazer. Temos de encontrar soluções para mais rapidamente recuperar a economia da Figueira da Foz, nomeadamente o setor do turismo que a passar mais dificuldades, mas continuam como se nada tivesse acontecido, é o que transparece na atuação de continuar a adjudicar obras grandes.” »

Sem comentários: