Ernest Hemingway: «Um homem pode ser destruído mas não vencido.»

quarta-feira, 25 de novembro de 2020

"Honestidade e competência"


«...vejamos: não foi com o falecido Engenheiro Duarte Silva, figueirense e desde muito cedo ligado às questões do mar, que “perdemos” a independência portuária, passando a estrutura a depender directamente do Porto de Aveiro? 
Com todo o respeito à memória do senhor em causa, mas a história não pode ser escamoteada. 
Quero acreditar que quanto mais perto estiverem as matérias do coração, mais “carinhosamente” serão tratadas. 
Com maior empenho e atenção, portanto. 
Mas tão ou mais importante do que a proximidade física, estão as questões de competência e honestidade
O mesmo carinho, o mesmo empenho, a mesma atenção, acontecerão sempre que à frente de estruturas ou organismos estejam as pessoas certas. Isentas, competentes, profissionais sem mancha
O que seria a cereja no cimo do bolo, a solução ultra perfeita? Dirigentes altamente qualificados, completamente informados sobre a história deste porto e sua antiga ligação à cidade, sobre as naturais ambições do concelho em relação a esta relevante infraestrutura, parte do seu passado, alicerce do seu futuro. 
Mas repito: a honestidade e a competência acima de tudo. O resto pode ser apenas “paisagem”

Citação da crónica hoje publicada no Diário as Beiras, por Silvina Queiroz.

Sem comentários: