.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Na Figueira, o que é desesperante, nada é o impossível...


ACTUALIZAÇÃO: Esclarecimento de Rui Torres.
Como uma reportagem limitada consegue dar uma dimensão incorrecta dos factos. Existe uma rua inserida da toponímica Figueirense - Rua do Alentejo.
A Câmara Municipal, que construiu a respectiva estrada, saneamento e agua através dos Serviços Municipalizados, Luz pela EDP, perdeu a posse da mesma e diz agora que é um problema de vizinhos. Ridículo. O problema é com a própria Câmara, que, através da inépcia da sua gestão, não quer cumprir a sua obrigação legal. E a obrigação é manter a rua que está na toponímia Figueirense. E proteger o dinheiro que todos nós damos com os nossos impostos ao Estado. A não ser que a toponímia seja apenas mais um documento decorativo na respectiva Câmara Municipal, o que infelizmente aparenta ser. Mais, e responsabilidade da autarquia, os residentes (neste caso eu e família), ficamos sem qualquer possibilidade de socorro por bombeiros, INEM, serviços como gás ou CTT, não sendo possível aceder á casa visto não existir outro acesso.

1 comentário:

sagitário disse...

Será que serão mesmo precisos presidentes de Câmaras?
Não é só quando querem o voto do povo que eles prometem tudo! dps esquecem-se e desprezam o próprio eleitorado. Esquecem e não horam os compromissos a que eles próprios se propuseram.
Este pequeno País está cheio de gente assim, só quer protagonismo e auto promoção social .