.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Ainda bem que não acredito que podemos viver outra vez: com um estado destes, eu que sempre fui pobre, não iria suportar voltar um dia um dia e sentir-me miserável...

A notícia está no jornal Público.
“Artur Mendes e Manuel Pinheiro conheceram-se numa reunião no ministério da Economia. No encontro, que teve lugar no início de 2012, estavam ainda Álvaro Santos Pereira, o ministro da Economia, de quem Pinheiro era adjunto, e Miguel Caetano Ramos, neto do fundador do Grupo Salvador Caetano e gestor de topo do grupo. Na reunião falaram de negócios.
Quer Artur Mendes, quer Manuel Pinheiro, estavam há muito tempo do mesmo lado, embora só se conhecessem de nome. O primeiro, do Porto, tinha sido, desde as campanhas internas do PSD, “conselheiro de imagem” de Pedro Passos Coelho. O segundo, de Lisboa, era um bloguer activo no apoio ao actual primeiro-ministro (escrevia no Cachimbo de Magritte). Pertenciam ao grupo de activistas (quase todos bloguers) mais empenhados nas batalhas do líder do PSD. Depois da vitória nas legislativas de 2011, a maioria passou a exercer funções governativas.
Artur Mendes era a excepção. Acabada a campanha eleitoral, não integrou nenhum gabinete do Governo. “Desde essa altura e até hoje não mais houve qualquer tipo de colaboração que não seja a manutenção de uma relação de amizade” com o primeiro-ministro, explica ao PÚBLICO. Isso não o impediu de frequentar, assiduamente, alguns ministérios, onde tinha amigos e ex-colaboradores da sua empresa de comunicação, a Elec3city, ou E3C. Marta Sousa, que foi adjunta do primeiro-ministro, e é a actual mulher de Miguel Relvas, e António Vale, ex-assessor do ministro-adjunto, e actual quadro da AICEP, eram dois dos funcionários da E3C contratados pelo Governo. No ministério da Economia, que vivia eternos “problemas de comunicação”, Artur Mendes era “uma das vozes conselheiras do ministro [Álvaro Santos Pereira]”...
São todos do PSD, neste Governo da maioria PSD/CDS-PP.
Têm uma vida divertida, entre o Governo e a empresa e a empresa e o Governo, depois do empenhamento para que o chefe tivesse chegado a chefe do Governo.
Porém, o negócio foi entre "o Estado e Salvador Caetano"!..
Não é sinal de grande inteligência, mas ainda existem bloggers que não são boys que se transformam em homens ricos, pela via dos negócios pouco transparentes...

1 comentário:

A Arte de Furtar disse...

Recomendamos para sobremesa deste texto:

“Goodfellas” - em português “Tudo Bons Rapazes”, é um excelente filme de 1990 dirigido por Martin Scorsese.
O filme segue a ascensão e a queda de três gângsters, ao longo de três décadas.
O filme é superiormente “representado” por Robert De Niro, Ray Liotta e Joe Pesci.

No fundo, “somos um país de primos”….