.

"Como todos sabem, há diversas modalidades de Estado. Os estados socialistas, os estados capitalistas e o estado a que chegámos" na Figueira.

sábado, 25 de abril de 2015

9 anos a roer o silêncio!..


No dia em que este blogue comemora 9 anos de existência, fica um agradecimento e um abraço para todos aqueles - e muitos são - que por aqui vão passando...

Ser livre, além de complicado é, também, muito difícil: se a isso estivermos dispostos, é um ideal a atingir que nunca atingiremos plenamente; é uma luta diária, implacável e com momentos de desalento, que põem a nu as nossas limitações e fraquezas. 
Existem algumas alegrias associadas, mas parecem durar menos do que as tristezas. 

Por vezes, pergunto-me se não seria melhor viver uma qualquer ilusão anestesiante, mas não foi essa a minha escolha.
Como, há muito, desisti de tentar mudar algo por dentro dos partidos, ando por aqui há 9 anos a tentar colocar pedrinhas na engrenagem desta malfadada engrenagem -  e nem um convite... 
Nem, ao menos, pra "açeçôre"...

Sempre gostei de escrever. 
Já escrevi para muitos lados: jornais nacionais, jornais distritais, jornais e rádios locais.
Há 40 anos que ando nisto. E vou continuar, até que os dedos me impeçam. 
Escrevo porque sempre gostei, porque sempre me apeteceu – portanto, desde que me lembro, sempre escrevi.

9 anos passaram desde o dia 25 de Abril de 2006, dia em que publiquei a postagem nº. 1 deste blogue!.. 
9 anos passam depressa, ou devagar, conforme se ocupa o palco ou a plateia. 
Na plateia 9 anos são uma eternidade. 
Porém, para quem durante 9 anos alimentou todos os dias esta janela com vista para a rua com o prazer de escrever palavras e mostrar imagens neste modelo simples e directo de comunicar, 9 anos passaram depressa. 
A prová-lo ficam as 13903 postagens que editei no decorrer destes 9 anos!..
Foi obra.
O que escrevo, como escrevo, sobre o que escrevo o que escrevo, só me responsabiliza a mim.
Da responsabilidade de quem aqui vem de livre vontade, é o que lê - ou, melhor, o que interpreta do que lê daquilo que escrevo.

Continuem a aparecer.
9 depois, OUTRA MARGEM continua um blogue condenado à fama póstuma...
Prometo continuar ruim, mas, um dia, eu sei, será o silêncio a roer-me a mim.

2 comentários:

A Arte de Furtar disse...

Há uma palavra/sentimento em português de que gosto muito: bem haja!
Bem haja "Outra Margem" pela luta diária de cidadania.
Bem haja "Outra Margem" por publicares os escritos de todos, os que concordam e os que discordam.
Bem haja "Outra Margem" por me teres "obrigado" a retomar o gosto de participar.
Bem haja "Outra Margem" por estares ao lado da liberdade de expressão e nunca esqueceres os que por ela lutaram e lutam.
Bem haja "Outra Margem"por nunca esqueceres as origens.
Bem haja capitães de Abril!

Silva Cascão disse...

Muitos Parabéns!(com uma noite de atraso). Espero, sinceramente, poder continuar a visitá-lo por muito mais tempo. Um abraço!
J. Silva Cascão