.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

quinta-feira, 9 de abril de 2015

A banalização da palavra


Em causa está o acordo assinado entre os sindicatos que aceitaram desconvocar a greve em dezembro, onde se inclui o SPAC, o Governo e a administração da TAP. O entendimento alcançado na altura tinha levado à desconvocação de uma greve para o período do Natal.

Em comunicado divulgado, ontem, quarta-feira de tarde, a direcção da SPAC afirmou que o processo negocial chegou a um "impasse insanável" e anunciou a convocação de duas assembleias gerais para os próximos dias 15 e 16,  para que os pilotos deliberem sobre "todas as medidas necessárias e suficientes", no sentido de sensibilizar a TAP, a Portugália e o Governo  para a "adopção de um comportamento responsável e para a imperatividade do integral cumprimento dos acordos e compromissos em causa".

Em tempo.
Depois de ouvir Pires de Lima, ministro do governo de Passos Coelho e Paulo Portas, falar em "homens de palavra", só há lugar para o vazio e para o oblívio.

Sem comentários: