quinta-feira, 22 de junho de 2017

Na Figueira, um "Principe Municipal" fez anos num dia de desgraça nacional. Houve arraial e foguetes no ar...

No espaço Municipal, junto ao Horto Municipal, domingo à noite, no auge de uma enorme tragédia nacional - o fogo de Pedrógão Grande foi o 11.º mais mortal do mundo desde 1900 - houve fogo de artifício, em celebração aos 50 anos da personalidade do ano 2015 da Figueira da Foz (Eng. Albuquerque - Director das Obras Municipais).
Ao que a ANC-Caralhete News conseguiu apurar, o evento teve o alto patrocínio do Presidente da Câmara, dr. João Ataide das Neves, e do Vereador prof. Biólogo Carlos Monteiro, também promotor aficcionado do Movimento Água Mais Cara do País!
Perante a indignação de alguns e a coragem de outros, a PSP foi ao local e tomou conta da ocorrência! 

Os convites para a festa particular, saíram do email profissional do Director de Obras Públicas, dirigidas ao grupo de endereços dos funcionários da autarquia. 
Foram alugados/utilizados três bungalows pela personalidade aniversariante. 
A conta não deve ter sido pequena, mas 50 anos, são 50 anos!  
E, dentro de 50 anos, a Figueira estará pior: terá o mesmo clima que Rabat. 
Teremos longos períodos de secas. 
A malária poderá, eventualmente, andar por aqui.
Todavia, na Figueira, nessa altura, o importante é que a Sagres e a  SuperBock continuem perfeitas! 
E que haja foguetes para estourar!

Pobre Figueira! Pobre mundo...
O País de luto, atordoado e, na Figueira da Foz, maviosa e maravilhosa cidade, no domingo à noite estouram no ar do Parque de Campismo Municipal foguetes em celebração ao ego imenso, que ofusca e menoriza a capacidade (ou eventual incapacidade) técnica e politica de qualquer ser. 
Acompanhantes, mirando e aplaudindo, incluindo duas eminências deste executivo de maioria absoluta socialista: Presidente e Vereador
Pobre Figueira e pobres de nós.
Pertencemos a uma  terrinha sem memórias, onde a fúria  construtiva tudo levou à frente, restando muito pouca coisa para nos lembrar como era a Figueira dos sentimentos e dos afectos!

Porém, os sentimentos de alegria, tristeza, ternura, os afectos continuam cá...
Só corações de pedra não os conseguem sentir!
Não foi no dia em que o Rei fez anos.
Foi no aniversário de um dos príncipes do reino municipal que, na Figueira, houve arraial e foguetes no ar, num dia em que estava a acontecer o fogo que causou mais vítimas mortais em Portugal!.. 
É por esta e por outras, que cada vez gosto mais de cães! 
São bichos capazes de ter sentimentos iguais àqueles dos humanos: alegria, tristeza, desejo, amor e raiva, reconhecimento, lealdade... 
Começo mesmo a equacionar a possibilidade de até poderem ser melhores que alguns de nós!

Via ANC-Caralhete News 

10 comentários:

Anónimo disse...

ANC-Caralhete News NO SEU MELHOR

Anónimo disse...

No Parque de Campismo a bandeira não estava a meia haste?

Anónimo disse...

O PRESIDENTE da CÂMARA DISSE QUE IA ABRIR UM INQUÉRITO...

Não há ponta de vergonha! Num País civilizado estes senhores demitiam-se de imediato!!

Anónimo disse...

Vai perguntar a si mesmo de o senhor Presidente esteve presente? Interessante monólogo!

Maria João Carvalho disse...

Pois... estive na sessão....vim de lá triste como a morte....

JORGE MARQUÊS disse...

Custa a crer que seja verdade, mas deste tipo de gente, tudo é possível. Se for mesmo verdade essa espécie de gente que se acoita no Largo do Rato, tem de demitir esses energúmenos. Que se faça justiça.
JORGE MARQUÊS.

Alice Mano-Carbonnier disse...

Quem não tem vergonha, todo o mundo é seu...

Anónimo disse...

Tristeza, este pessoal deve ser substituido.

Anónimo disse...

A prova da falta de respeito desta gente já é conhecida pois ao longo dos anos fizeram disso apanágio. Mas amigos penso que estão a passar dos limites.tantas fazem que mesmo os mais estupidos vão deixar de acreditar neles

Joana Seco disse...

O príncipe que veio desterrado de Cantanhede , encontrou aqui uma quadrilha de comissionistas à sua altura . Festa é festa e com o alto patrocínio do município , tem mais sabor . A palhaçada continua , eles comem tudo e não deixam nada .