.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Autárquicas 2017 na Figueira: as novidades de hoje

Aparentemente, na Figueira política, parece que vivemos um tempo sem novidades, nem sobressaltos. 
As coisas, aparentemente, parecem que estão como hoje, que parece mais um dia de um outono que poderia ser diferente, mas não o é!
As autárquicas 2017, na Figueira, com as novidades de hoje, fazem lembrar uma vida que transcorre entre lembranças de acontecimentos idos, que já não entusiasmam, à custa de serem repetidas, e a novidade.

BE apresenta Rui Curadoda Silva como candidato à Câmara Municipal da Figueirara da Foz
Rui Curado da Silva é o candidato do BE à Câmara da Figueira da Foz. 
Christopher Oliveira, presidente da Concelhia bloquista, é o primeiro candidato  à assembleia municipal
A decisão foi tomada pela estrutura local do “Bloco”, reunida no passado domingo, 25. Além dos candidatos aos principais órgãos autárquicos, o BE vai concorrer, pelo menos, a cinco 
juntas de freguesia. 
Rui Miguel Curado da Silva, nascido em 1971, foi aluno nas escolas secundárias Bernardino Machado e Joaquim de Carvalho, foi atleta de basquetebol no Ginásio e na Naval 1° de Maio. Em 1994, concluiu a licenciatura em engenharia física, na Universidade de Coimbra, e, em 2002, doutorou-se em física, na Universidade Louis Pasteur, em Estrasburgo, França.

João Carronda vai a votos em Vila Verde, numa lista independente
Era uma notícia há muito apurada pela ANC-Caralhete News, mas que só é divulgada hoje, porque esta agência noticiosa respeita os compromissos: João Carronda,  vai candidatar-se a Vila Verde, como independente.
 O candidato, filiado no PS, presidiu, durante três mandatos consecutivos, até 2013, à junta daquela freguesia da Figueira da Foz. 
Recentemente, pediu a suspensão da militância, que foi recusada, por não constar nos estatutos, devendo ser expulso do partido, já que os socialistas recandidatam Vítor Alemão ao segundo mandato.

Sem comentários: