.

"Como todos sabem, há diversas modalidades de Estado. Os estados socialistas, os estados capitalistas e o estado a que chegámos" na Figueira.

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Santana prova "que os políticos não são todos iguais"...

"Pelo passado que lhe conhecemos nos cargos que desempenhou e que demonstra que os políticos não são todos iguais”, Santana é o candidato ideal para Belém. A afirmação, proferida ao jornal i, pertence a Fernando Jorge, presidente da Câmara de Oleiros e membro da direcção do PSD. O actual presidente da Misericórdia de Lisboa é, na opinião deste dirigente “laranja”, “um cidadão comum, a quem não se conhece fortuna”.

Em tempo.
Santana Lopes é o protótipo do político populista. 
Questioná-lo por isso e opor-lhe, por exemplo, Marcelo Rebelo de Sousa como antonímia é um rematado disparate: nessa matéria, Marcelo sempre foi o mestre
Uma campanha eleitoral de Santana Lopes tem a mesma base de uma campanha eleitoral de Marcelo - está lá dentro todo o terceiro mundo
Os dois apelam à emoção e não à razão: a diferença é que Santana Lopes o assume e, para o eleitorado alvo a que se destina, assumi-lo é vantajoso.
Marcelo apela à emoção travestida de razão: não o pode é assumir, pois presume que fala para outro eleitorado alvo.

Sem comentários: