.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Em honra de Manuel Moreira Carapito (Neco Pompeu), criador de Escultura popular de Cabeço de Mira, que morreu ontem aos noventa anos de idade

foto sacada daqui
Sobre Manuel Moreira Carapito (Neco Pompeu) escreveu Alfredo Pinheiro Marques, Director do Centro de Estudos do Mar (CEMAR), em mail que hoje nos enviou: "guarda florestal por profissão, e criador de Escultura (popular, policromada, à navalha), por paixão. O homem cuja ambição não era pequena, e (como bom gandarês…) conseguiu mesmo realizá-la: criou, sozinho, com as suas próprias mãos, uma "Imagem do Mundo"… O seu próprio mundo… O mundo que conhecia: a gândara e os gandareses, a terra e o homem, os trabalhos e os dias, a floresta e o mar. A gente, os bichos, os costumes, as profissões, os instrumentos, as cerimónias, as casas, os barcos e os moinhos. Os pássaros e as árvores (e as plantas, e os insectos, e as folhas), em milhares de peças, únicas e irrepetíveis. Minuciosamente esculpidas e coloridas. Carinhosamente construídas, e pintadas, com o amor e experiência de uma vida inteira."
Ver vídeo aqui.

Sem comentários: