.

"Como todos sabem, há diversas modalidades de Estado. Os estados socialistas, os estados capitalistas e o estado a que chegámos" na Figueira.

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

A Figueira do "fascismo de sacristia" ao "estado a que o concelho chegou"...

Apesar de me dizerem que não acreditam na minha idade (isso acontece-me frequentemente...), os anos passaram pelo corpo e pela alma com uma velocidade alucinante - a barriguinha, fruto do palato cada vez mais guloso, é o que se nota mais...
No que aos sentidos diz respeito, vão-me valendo os ouvidos, cada vez mais apurados e mais requintados - ouvem tudo e, ao mesmo tempo, só mesmo o que lhes apetece...
Todos nós sabemos que as perseguições espirituais são qualquer coisa potencialmente igual às perseguições à séria - normalmente, começam devagarinho, frouxas e tímidas, mas com o passar do tempo tornam-se robustas...
Porém, nunca tive medo do futuro, nomeadamente os medos habituais: por exemplo, o medo de ficar sem emprego...
E, contudo, quase sempre vivi na Figueira, cidade provinciana, sob vários aspectos periférica, nomeadamente em termos culturais - temos um extraordinário porto de mar, mas livrarias, que é delas?..
Eu sempre fiz o que quis da minha vida. 
Quer dizer - na maior parte das vezes, fiz o que pude.
E quem faz o que pode...
Não posso esquecer que quase sempre vivi na Figueira - numa cidade de “fascismo de sacristia”, antes do 25 de Abril, à cidade do “estado a que o concelho chegou”... 

Sem comentários: