.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Independentes...

Em Portugal, nos últimos tempos, muitos independentes andam por aí. 
Primeiro, temos os juízes - são sempre independentes. 
Depois, nas televisões, os comentadores são sempre independentes – mesmo Marcelo Rebelo de Sousa, Marques Mendes, Santos Silva, Manuela Ferreira Leite... 
Os jornais  são todos independentes – menos o Avante, claro!.. 
Vivemos num País de independentes, eu incluído, onde ninguém tem uma ligação óbvia ao poder político, por motivos ideológicos ou simplesmente clubísticos, de amizades chegadas e objectivamente promiscuas... 
Somos todos uns santinhos independentes!
Hoje na sua crónica no jornal AS BEIRAS, o eng. Daniel Santos escreve algo com o qual concordo, importa assim reconhecer que não há propriamente independentes. O que há, isso sim, são cidadãos intelectualmente honestos que colocam à frente de tudo o interesse da comunidade onde se inserem. Defendendo- se e defendendo os seus congéneres. Como disse Agostinho da Silva, «eu não voto por rótulos. (...) Eu não quero saber das campanhas eleitorais para nada. Eu quero saber das ideias que as pessoas têm e da maneira como depois as vão defender e praticar.»”

1 comentário:

Anónimo disse...

Ser independente é ter pensamento próprio respeitando quem pensa diferente...

Ser independente é não ser "invertebrado" e servil de uns quantos interesses...

Ser independente é difícil nos dias que correm...