"Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha." - Confúcio

quinta-feira, 22 de março de 2007

Será que a culpa é sempre dos pobres?...


Transformam num “rápido”, parte do percurso do Rio Mondego que durante séculos permitiu a navegação em segurança....Morrem dois pescadores e ....
“A culpa é da Lua que anda aluada, que origina as marés que movimentam enormes massas de água, que ao ser apertada esguicha, ... , que por sua vez culpa o Criador em ter feito as coisas como elas são...”

Nascem, em menos de um mês, dois bebés na auto-estrada entre a Figueira da Foz e Coimbra...
“e atribuiu-se ao facto de "haver pessoas que não utilizam o Serviço Nacional de Saúde como deviam"...

4 comentários:

Marco MR disse...

Muito mau gosto, estes discursos a azul:( Enfim

Marco MR disse...

Caro agostinho, tambem e de mau gosto divulgar e dar importancia a atordoadas escritas por anonimos em casos destes.

António Agostinho disse...

Com a devida vénia transcrevo uma notícia hoje publicada no Jornal de Notícias:

Canal do Mondego vai ser interditado à navegação
O canal de acesso ao braço Sul do rio Mondego, em S. Pedro, na Figueira da Foz, vai ser interditado à navegação a partir da próxima segunda-feira. A decisão surge após a morte de dois pescadores, no início da semana, quando o bote em que seguiam virou junto às obras na ponte dos Arcos.

"A passagem naquele canal vai ser interdita a qualquer barco, conforme determinação do Instituto Portuário e dos Transportes Marítimos (IPTM)", revelou, ao JN, Lídio Lopes, ontem, no final de uma reunião com 70 pescadores utilizadores do portinho da Gala. O vereador acrescentou que, "no dia 26, às 15 horas, todas as embarcações serão conduzidas, em comboio, do Portinho para o porto de pesca, com o acompanhamento da autoridade marítima, coadjuvada pelos Bombeiros Municipais".

Entretanto, já a partir de hoje a empresa Estradas de Portugal, responsável pelas obras de duplicação da ponte dos Arcos, que obrigaram à redução em 90% do canal sob aquela acessibilidade, vai construir, de forma transitória, "um conjunto de escadas de betão" para acesso às embarcação no porto de pesca, com autorização do IPTM.

Anteontem à noite, o secretário de Estado das Obras Públicas admitiu apoiar financeiramente as famílias dos pescadores que morreram na Figueira da Foz. PD"

Anónimo disse...

Jornal as beiras, hoje

“TUTELA ADMITE INDEMNIZAR AS FAMÍLIAS DOS PESCADORES

O Secretário de Estado das Obras Públicas mostrou-se “sensível para encontrar uma solução positiva” para as famílias dos pescadores que perderam a vida no canal da ponte dos Arcos, segunda-feira. Paulo Campos recebeu em Lisboa, quarta-feira, Duarte Silva, Carlos Simão, presidentes da Câmara e de Junta de São Pedro, e o vereador Lídio Lopes.
“Resultado da sensibilidade demonstrada pelo sr. Secretário de Estado face ao sucedido e do seu empenhamento pessoal, vão ser estudadas todas as soluções”, adiantou o porta voz da reunião Lídio Lopes.
Todavia, “a solução positiva” que vier a vingar não deverá ser alheia aos resultados do “inquérito rigoroso” sobre o acidente que retirou a vida a Clemente Imaginário e Manuel Pata”. Fim de citação do Jornal as beiras


Quanto vale a vida?
Quanto vale a vida de qualquer um de nós
Quanto vale a vida em qualquer situação
Quanto valia a vida que se perdeu sem razão
Num troço de rio transformado num turbilhão
São contas que a gente não faz
Coisas que o dinheiro não compra
Pergunta que a gente não faz!...