"Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha." - Confúcio

segunda-feira, 20 de setembro de 2021

Autárquicas 2021 na Figueira, virou conto de fadas?..

Via Carlos Monteiro - Figueira, mais qualidade de vida

- Travessia de barco elétrico entre a Figueira e o Cabedelo – Barco em construção

Chegados aqui, justifica-se uma reflexão serena. Campanha sem promessas não dá votos, costuma dizer-se.

A verdade, porém, é que outros compromissos feitos em campanhas eleitorais, não se cumpriram. Lembram-se da Aldeia do Mar? Quem nessa altura fez promessas sabia muito bem que assim ia acontecer. Perante esta realidade, parece que o mais importante é reflectir sobre o que se promete e o seu interesse para o conjunto da comunidade.

De quem se propõe governar, espera-se sempre e muito legitimamente, um testemunho de sensatez, de verdade, de respeito pelo eleitorado e pelos outros candidatos.

Uma campanha eleitoral é, normalmente, um espectáculo desagradável e nada edificante, pelo que se diz e pelo que se promete. Contados os votos, lá vêm palavras de felicitação com sorrisos de circunstância, mas, para trás, ficaram feridas difíceis de curar e lama difícil de limpar.

Vêm, depois, as promessas para cumprir. E o povo? Pelo que vamos vendo, conta pouco, ou conta cada vez menos. O que realmente conta é o "arrebanhar" do seu voto.

Sem comentários: