Ernest Hemingway: «Um homem pode ser destruído mas não vencido.»

quarta-feira, 26 de agosto de 2020

O Governo está a reavaliar o concurso para o Casino da Figueira da Foz

 COMUNICADO do CDS sobre o assunto:

"Segundo as últimas notícias, a concessão de jogo para o Casino da Figueira da Foz termina no final deste ano. Até ao momento ainda não foi lançado o concurso para a atribuição da respectiva Licença para os próximos anos.

Posto isto venho publicamente pedir ao Sr. Presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz, bem como aos restantes Vereadores que esclareçam os figueirenses sobre as seguintes questões:

  – Está o Executivo Camarário a seguir este processo?

 – Que exigências fará a Câmara Municipal ao Governo, para a atribuição da referida licença?

A nossa posição é que as exigências que a Figueira da Foz deve fazer ao novo concessionário, são as seguintes:

1. – Que o Concessionário tenha que Requalificar o Edifício do Casino Peninsular, devolvendo-o à traça arquitectónica que o tornou famoso, quer em Portugal, quer no estrangeiro;

2. – Que o Concessionário tenha que proceder à Requalificação do Salão Nobre do Casino, devolvendo-lhe a sua dignidade perdida;

3. – Exigir ao Concessionário que se façam espectáculos no Salão Peninsular, pelo menos durante 4 noites por semana, durante todo o ano, a preços acessíveis à bolsa dos figueirenses;

4. – Que o Salão de entrada seja devolvido à sua dignidade inicial e sejam retiradas as máquinas de jogo que aí foram instaladas;

5. – Que seja reaberto e reequipado o Cinema do Casino, nas instalações do mesmo. O mesmo deverá funcionar todo o ano;

6. – Que sejam feitos investimentos pela Sociedade Concessionária, a quem for atribuída a licença para a zona de jogo, na Figueira da Foz, nomeadamente:

         - Requalificação do Porto de Pesca desportiva;

         - Requalificação e expansão da Marina de Recreio;

         - Que sejam obrigatoriamente Patrocinadores de, pelo menos, duas manifestações culturais por mês, a realizar no Casino e mais duas no C.A.E.F.F.;

7. - Que paguem as obras de requalificação da Piscina Oceânica, junto do ex-Grande Hotel;

8. - Que paguem as obras de Requalificação da Praia da Figueira e da Praia do Cabedelo, nomeadamente no que se refere a passadeiras de acesso e circulação, instalações sanitárias, instalações desportivas e sua manutenção, bem como mantenham a Praia em condições de limpeza e asseio exigíveis;

9. – Que sejam os Patrocinadores de um grande Festival anual, ou no mínimo bi-anual, de Cinema ou de Música e de um Concurso Hípico anual;


Estas exigências são, em nossa opinião, o mínimo dos mínimos, para ajudar a requalificar a Figueira da Foz, para além do apoio que deverão prestar a Obras Sociais.

Estas obras de requalificação e de manutenção, têm como objectivo atrair novamente o Turismo de Qualidade, nacional e internacional, de que a Economia da Cidade precisa.

É o mínimo dos mínimos, para ajudar os Comerciantes, os Hoteleiros, a Restauração, os Cidadãos em geral. Estes precisam que se criem mais e melhores empregos no Concelho, que proporcionem uma melhor qualidade de vida aos figueirenses."

Miguel Mattos Chaves

Presidente da Comissão Política do CDS-PP da Figueira da Foz

Sem comentários: