Ernest Hemingway: «Um homem pode ser destruído mas não vencido.»

sábado, 15 de agosto de 2009

Seiça, um convento abandonado

foto Alex Campos
Seiça, a região e o mosteiro, é um blogue que nos conta "a história do Convento de Santa Maria de Seiça, através dos séculos."
Cheguei lá através do Aldeia Olímpica.
Neste post, Maria Rosa Anttonen, coloca duas questões pertinentes.
"Porque foi o Paço de Tavarede completamente recuperado e o Convento completamente abandonado?
Porque houve dinheiro para um e o outro foi completamente esquecido e está em absoluta degradação?"
Na próxima segunda-feira, dia 17 de Agosto, na sessão de Câmara Municipal, será entregue um abaixo-assinado no sentido de sensibilizar as autoridades para a necessidade de reconstrução do Convento de Santa Maria de Seiça.

2 comentários:

dilita disse...

Há 25 anos que ouço falar da degradação do convento de Seiça.Também já vi ao natural e lamentei... Eu não sou da Figueira,mas monumentos como este,são património de todos os portugueses.Pelo País fora sucedem-se estes "crimes" de abandono,"e morte"...Será mesmo a derrocada,o destino que lhe reservam(quem de direito? )

dilita disse...

Há 25 anos que ouço falar da degradação do convento de Seiça.Também já vi ao natural e lamentei... Eu não sou da Figueira,mas monumentos como este,são património de todos os portugueses.Pelo País fora sucedem-se estes "crimes" de abandono,"e morte"...Será mesmo a derrocada,o destino que lhe reservam(quem de direito? )