"Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha." - Confúcio

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

São Pedro é uma Terra fraterna


A vida política na Freguesia de São Pedro, fruto das maiorias absolutas conseguidas pelas listas lideradas pelo actual presidente da junta, de há dezasseis a esta parte, está fortemente crispada.
O poder absoluto conduz a isto. Seja na nossa freguesia, seja no nosso concelho, seja no nosso país. Seja onde for.
Em democracia, a opinião do outro é apenas uma opinião diferente. Mas, quem atinge o poder e por lá se mantém longos anos, perde essa perspectiva e considera que “quem não é por mim, é contra mim”.
Nada de mais pernicioso e de mais errado para um saudável convívio numa comunidade pequena. A democracia e a liberdade são bens inestimáveis.
De todas as formas de governo, todas imperfeitas, a democracia é, sem sombra de dúvidas, a mais perfeita.
O povo vota, o povo manifesta o seu contentamento ou descontentamento, o povo diz o que pensa, o povo protesta, o povo apoia, o povo retira o apoio, o povo diz, afinal, o que quer. Em liberdade e na perspectiva de ajudar a construir um futuro melhor para todos.
É meu entendimento, porém, que essa tarefa não acaba nas eleições. O povo pode e deve continuar a participar, em todos os momentos. O partido vencedor, qualquer que ele seja, sabe que tem de respeitar os que nele confiaram. Não pode, por isso, ficar indiferente aos alertas que brotam do povo. De aplauso ou de protesto.
Como sabem, já informei, vou fazer parte da lista CDU para a Assembleia de Freguesia de São Pedro. Isso, no entanto, não me inibe de, ao olhar para a floresta, ver claramente a árvore.
Informar, neste espaço, o que passa na minha Terra é uma das razões da sua existência.
Os políticos, lá por serem políticos de maioria absoluta, não podem ser arrogantes e zangarem-se com toda a gente que não concorda com eles. Isso, cá por São Pedro, tem de mudar. E porque também quero “contribuir para que a 11 de Outubro se faça uma escolha acertada e esclarecida”, é com toda a naturalide que informo que se quiserem saber o que o Candidato do PS, António Samuel Pereira Matias, tem a propor aos eleitores da Freguesia de São Pedro, basta clicar aqui.
São Pedro, é uma Terra fraterna. Quem está na política, apenas para servir a Terra, não tem medo que outros tenham opiniões diferentes. E que sejam conhecidas.

2 comentários:

alex campos disse...

Claro que corro o risco de ser mal interpretado, mas penso que sobre o ps já estamos mais do que conversados. Acho que toda a gente, e se eu pensasse o contrário estaria a atentar contra a inteligência das pessoas, sabe o que espera do ps e o que o ps quer.
A democracia é uma coisa muito esquisita. Pelo que nos é dado ver, "democracia" resume-se à vontade de quem efectivamente tem o poder.
Esta é a minha opinião, e nunca estive preocupado em ser politicamente correcto.
O que posso associar ao ps é a degradação do nível de vida dos portugueses. (É só ver as estatísticas do INE).

LINDA FIGUEIRA! disse...

É o que eu já tinha dito, o poder subiu-lhe à cabeça!!!