.

"Como todos sabem, há diversas modalidades de Estado. Os estados socialistas, os estados capitalistas e o estado a que chegámos" na Figueira.

sábado, 22 de agosto de 2009

Neste País, quem é que prevê o que é previsível?

“Desgraçadamente, cinco pacíficos cidadãos banhistas pagaram com as vidas o crime contra a natureza algarvia de que todos somos responsáveis, incluindo, naturalmente, as vítimas. Porque tolerámos e votámos os autarcas da rapina municipal que plantou, mandou plantar, deixou plantar, resorts, hotéis, apartamentos e vivendas em arribas, falésias e tudo quanto era meio palmo algarvio onde se pudesse espetar betão e tijolo. Porque, por solidariedade social, aceitámos que os algarvios e as algarvias se transformassem progressivamente numa população de empregados de hotelaria a pedirem mais hotéis e esplanadas e, é claro, mais turistas. Porque permitimos que o Pinho promovesse o All Garve sem que, antes disso, fizesse corninhos às falésias para confirmar que elas se aguentavam com a promoção. Porque os cientistas e técnicos da sismografia estão tão ocupados a estudarem e prevenirem os efeitos dos possíveis abalos telúricos sobre o Centro Cultural de Belém que não lhes sobra tempo para replicarem esses estudos sobre as esculturas feitas pelas artes caprichosas da natureza. Porque temos um ministro do ambiente que agora, no rescaldo, (só) diz que vai mandar fiscalizar as falésias que não ruíram. Porque um povo assim de um país assim devia estar inteirinho ao lado das cinco vítimas à sombra da falésia assassina em repouso de umas braçadas no “sol e mar algarvio” de que todos somos utentes e/ou cúmplices. Porque foram cinco as baixas mas todos sabíamos que a “falésia”, um dia, vinha abaixo.”

6 comentários:

dilita disse...

Caro amigo Agostinho.Eu acredito ainda no Pai Natal,face a uma pura ingenuidade,A conversa promete,meu caro,porque a solidariedade numa comunidade é sempre motivadora,não acha?

maresia disse...

E quem sabe um dia não vão abaixo os hotéis?!
O diabo seja cego, surdo e mudo!

maresia disse...

E quem sabe um dia não vão abaixo os hotéis?!
O diabo seja cego, surdo e mudo!

maresia disse...

bom fim de semana
beso

dilita disse...

Dilita não disse nada disto,até porque o tempo em que acreditava em sonhos,já vai muito distante,agora é a realidade nua e crua que comanda... Eu já tinha dito que o Olímpio é distraído,"falei verdade"...

dilita disse...

"Depois da casa roubada,trancas à porta"!É preciso haver desgraça primeiro,e só depois é que vêm as opiniões,os inquéritos,as atribuições de culpas que ninguém tem, o habitual alarido,e os "remendos". Posteriormente de novo o silêncio,a terra tudo cobre...Um louvor aos autarcas da Nazaré que além dos avisos de perigo, têm a base da arriba vedada com estacaria,a um determinado numero de metros.