Sou o senhor de meu destino; Sou o capitão de minha alma.” William Ernest Henley

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Pois, “são as obras que fazemos”!... (II)

Quem, como o eng. Duarte Silva, afirma ter lutado tanto pela obra de prolongamento do molhe norte, bem podia ter feito mais um esforço, para tentar prevenir os “efeitos negativos que a obra está a ter na onda do Cabedelo” e na “erosão costeira da margem sul do Mondego” .

Sem comentários: