"Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha." - Confúcio

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Pois é,"são as obras que fazemos"!..

Quem, como o eng. Duarte Silva, afirma ter lutado tanto pela nova Ponte dos Arcos, bem podia ter feito mais um esforço, para tentar dotar a obra dos imprescindíveis passeios.
A travessia sobre o braço Sul do Mondego continua a ser um lugar perigoso para quem anda a pé.

2 comentários:

RGS disse...

Na nova variante de Tavarede o problema repete-se.
O viaduto está dotado de passeios, contudo é impossível aceder aos mesmos.
Apesar de haver bermas largas, todos os peões que por aí circulam correm grande perigo, motivado principalmente, pela velocidade dos veículos no local.
Experimentem fazer o trajecto e verificarão que à passagem de veículos pesados, a deslocação de ar é tão grande, que pode originar desequilíbrio e até a queda dos peões menos precavidos.

Unknown disse...

Não entendo esta do PSD.
Todos sabemos que as obras que por cá se fizeram,NADA tiveram a ver com a Câmara, antes pelo contrário, os governos do Psd nunca fizeram uma única obra estrutural na Figueira da Foz.
O seu a seu dono.
F.S.