"Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha." - Confúcio

quarta-feira, 20 de maio de 2020

Correio da Manhã e CMTV dispensaram Ventura

Ventura dispensado do Correio da Manhã e da CMTV, já foi substituído por Jaime Antunes. "Foi uma decisão editorial. Acho que enquanto comentador fez a sua parte e foi sempre muito fiel ao projecto. Mas considero que recentemente foram ultrapassadas algumas linhas vermelhas e também já era altura de repensar os painéis", disse Octávio Ribeiro ao Expresso.
"Não se trata de censura, mas chegou uma altura em que considerámos que as suas posições colocavam em causa direitos previstos na Constituição, como o direito à vida e a igualdade dos cidadãos perante a lei", justificou ainda o director geral editorial do grupo Cofina ao semanário.
Contactado pela Visão, o deputado não adiantou pormenores sobre a saída. “Não faço comentários. Estamos e estaremos sempre bem. Fico grato a uma casa e a um projecto onde fui muito feliz”.
Imagem sacada daqui

"Aposto que André Ventura vai começar a dizer que foi dispensado da CMTV e CM porque era condição acordada secretamente para que o Grupo Cofina pudesse receber 1 691 006,87 € de publicidade institucional. E vou até mais longe, para nunca deixar de ter razão: se Ventura não se agarrar a esta tese será apenas porque a sua megalomania não lhe permitiu aceitar que, afinal, um alegado salvador da pátria iluminado pela Nossa Senhora vale bem menos do que um guarda-redes de um clube modesto."

Sem comentários: