.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

quinta-feira, 15 de agosto de 2019

"O segredo mais bem guardado do surf em Portugal"!..

Foi apresentado o projecto que, nos próximos meses, promete revolucionar as praias da Tocha, Figueira da Foz e Mira: Região de Coimbra promove surf “longe das multidões e perto das melhores ondas”... 
Vamos aguardar o que de toda esta pompa e circunstância vai resultar. 
Entretanto, veja tudo no vídeo do directo NDC...


Depois de escutar atentamente todas as intervenções (foram 43 minutos e 13 segundos, de esforço, dedicação e amor dedicados, não só à Figueira, mas também  à região centro...), tenho a declarar, infelizmente, que isto não vai lá com milagres.
De palpável e de concreto, não ficou nada. Lindas palavras, boas intenções e no final nada de novo.
Na prática, hoje, infelizmente, sabemos que a prazo não é assim, uma vez que um dia as consequências dessa política desastrosa e irreflectida fazem-se sentir dolorosamente.

Continua o mito da onda mais comprida, que é falada há anos, e ainda não deu em nada.
Todos estes mestres ilusionistas que falaram, políticos e outros, promoveram acima de tudo a sua imagem pessoal.
Frontalmente: estas promessas  políticas e populistas que visam projectar e consolidar líderes que provam não possuir perfil para servir a causa e o bem comum, vão resultar em nada ou pior. E o pior será dívida, engano e continuação da estagnação e pobreza.
O positivo de tudo isto, foi que deu para verificar, a  capacidade manipuladora de certos políticos... E não só.
Por mim, o tempo que durou o vídeo, acho que foi penoso e mau de maus: nem eu merecia este castigo!
Todos sabemos que para salvar a região centro é necessário outro milagre - só o de Fátima já não chega. Atendendo ao significado da palavra, sendo, como sabemos, milagre algo de sobrenatural, portanto, fenómeno oposto às leis da natureza, não é suposto ele acontecer aqui enquanto instrumento disponibilizado por estas entidades, para num ápice resolver os problemas da nossa região.
Isto tinha-se resolvido, há muito, com pessoas e políticos competentes, com conhecimentos e experiência para o fazer, dotadas de bom senso,  prudentes,  responsáveis e, acima de tudo, que tivessem colocado os interesses colectivos acima de vaidades e agendas pessoais. 
As ondas, essas, estão lá, pelo menos desde que tenho memória.

Sobrou a agitação, a propaganda e a demagogia. 
Vamos ver - oxalá seja eu a estar enganado - se daqui a uns anos tudo isto não deu em nada?.. 
Para memória futura fica o registo...

Sem comentários: