.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

segunda-feira, 25 de abril de 2016

10 anos de blogue... Já só ficam a faltar 90 para o centenário...

O trabalho, foi tudo o que fui obrigado a fazer. 
Isto é divertimento - que é tudo o que se faz sem se ser obrigado. 
Blogar é um prazer. Solitário, mas um prazer - no meio de outros que preenchem a minha vida...
Depois de 15 437 postagens editadas, 12 320 comentários e mais de um milhão e quinhentas mil visualizações, este "miúdo" faz hoje dez anos que acompanha a minha vida! 
Nunca pensei que isto me pudesse dar tanto gozo...
E a quantidade de amigos conquistados é o maior de todos os prazeres!..
Sinto-me de bem comigo - é tudo o que quero e sei dizer, neste momento.

Hoje,  este espaço comemora 10 anos de existência. Já só ficamos a 90 do centenário...
Parece que foi ontem, mas são 10 anos de vida, 10 anos de muitas histórias, 10 anos de muitas amizades ganhas, 10 anos de muitos passos dados, 10 anos de muitos textos, 10 anos de muitos comentários, 10 anos de muita coisa que não dá para explicar.
Apenas, 10 anos porque sim. Apenas, 10 anos porque me dá prazer.

O que de mais relevante aconteceu ao longo destes anos, na Aldeia, no concelho, no país e no mundo, está em parte narrado nas palavras escritas e nas fotos publicadas, com o auxílio de alguns comentários. Não vou esconder que fui muitas vezes ajudado pelos comentários aqui deixados. Fazem parte deste espaço, que não é só meu.
As postagens são publicadas e quem se quiser encontrar com elas encontra-as com facilidade.

Já passaram 10 anos. Por aqui foi ficando algo de mim. 
Sinto que algumas vezes contribui para alertar... 
Só por isso valeu a pena. 
E se, porventura, nalguma ocasião não fui tão correcto ou magoei alguém que não queria, mesmo sem querer, deixo o meu pedido de desculpas.
A mim ninguém me insultou. Por uma simples razão: só me consegue insultar quem eu permito...
Obrigado pelas vossas visitas, comentários, reacções, divulgação e partilhas.

Quanto ao futuro...
A imobilidade causada pelo medo, não faz a felicidade de ninguém. Precisamos do desgaste contínuo de estarmos vivos, da animada fricção das engrenagens com que nos vamos deparando durante a vida. 
Oleados pela quilometragem da vida, aos ossos, tal como a nós, só lhes resta chegar ao fim gastos.


Como se diz em Portugal, "quem corre por gosto não cansa"
Ao longo destes 10 anos poucos terão sido os dias em que um post meu não tivesse sido publicado neste blogue.
Fica o registo da efeméride, não como um ciclo que se fecha na minha vida, mas como um percurso que vai continuar.
Um percurso que desejo e certamente será, umas vezes de cumplicidade, outras de critica, por parte de quem aqui vem conviver.
Confesso que isso me é gratificante e me deixa um pouco satisfeito e de bem comigo próprio.
Faz hoje 10 anos, comecei este blogue sem qualquer agenda escondida e assim continuarei...
Fica reforçado o convite para continuarem a visitar este cantinho...
Muito obrigado. 

2 comentários:

Anónimo disse...

Não conheço o blogue desde o inicio. Vim parar à Figueira ainda não sei bem porquê....Aqui (no blogue) vou aprendendo algumas coisas da Figueira e dos seus donos...
Felicidades.
M.Marques

Rogério Neves disse...

Outra Margem...uma pedrada no charco de nunca deixar de lutar pela verdade. As minhas felicitações António Agostinho, os cães continuam a ladrar, Outra Margem segue o seu caminho