.

#FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA.#FIQUE EM CASA.

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Verborragia

A propósito da presença do ministro Poiares Maduro, num encontro da federação de confrarias, fica a publicidade à excruciante crónica do vereador Tavares publicada no jornal AS BEIRAS, que aborda a venerável latria à boa mesa e passa pelo protocolo do venusto convívio!..
Entender é sempre limitado. Mas não entender pode não ter fronteiras.
Eu, que não passo de um simples de espírito, entendo que o bom, é ser inteligente e culto e não entender.
É uma benção estranha, assim como ter loucura sem ser doido, é um desinteresse manso, é uma doçura de burrice.
Acredito, porém, que de vez em quando, há-de vir a inquietação de querer entender um pouco. Não demais: mas, pelo menos, entender o que não se entende...
Não esqueçam, porém, nas Beiras, à terça-feira, a parada semanal de vaidade, onde tudo é programado, escrito e pensado, até o enquadramento, para dar uma imagem de naturalidade.
Pode não se gostar de algumas crónicas do também vereador PS. Pode, sobretudo, criticar-se o estilo, por vezes, demasiado pedante. Contudo, António Tavares é, sem dúvida, um escritor extraordinário.
Leiam.

1 comentário:

Anónimo disse...

Eu acho que estas noticias das confrarias devem ser divlgadas porque a vida não é só trabalho uma bucha e uns copos não fazem mal a ninguem.
Mas a noticia que eu gostava de ver nos jornais era que a praia da claridade já está limpa e já lá não crescem mais tomates.
Abraço camarada.