Ernest Hemingway: «Um homem pode ser destruído mas não vencido.»

sábado, 15 de novembro de 2014

Até onde vai a falta de vergonha na cara?

Luís Marques Mendes - lembrei-me deste nojento, porque estou a vê-lo, neste momento, na Sic em directo de Moçambique - garante que nunca desempenhou funções de gerência, à semelhança de Miguel Macedo, na empresa de consultoria e gestão que conta entre os sócios Ana Luísa Figueiredo, filha do presidente do Instituto dos Registos e Notariados (IRN), António Figueiredo, detido na passada quinta-feira no âmbito da investigação desencadeada por suspeitas de crime na atribuição de vistos gold. 
Segundo o ex-presidente do PSD, a sociedade JMF Business, com sede em Lisboa, "na prática não tem actividade", admitindo contudo que "pode não ter sido formalmente extinta". "Eu e o Miguel Macedo nunca tivemos funções de gerência", afirmou ao Económico.
É preciso ter lata. 
A questão que um jornalista digno desse nome lhe faria - e não largaria o osso até obter uma resposta - seria: 
«Nesse caso, para que existe e serve a empresa?» 

Sem comentários: