.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

domingo, 23 de março de 2014

Pedro Agostinho Cruz, um fotógrafo na Gala Figueira Tv (II)

III Gala Figueira Tv/ Fotógrafo Freelancer 2013, PEDRO AGOSTINHO CRUZ: “estou satisfeito por reunir quase 75 % dos votos na categoria para a qual fui nomeado. Obrigado a vocês!
Sei o que quero! Quero estar entre os melhores, e isto (ainda) não é aquilo que quero.
Obrigado pelo reconhecimento público do meu trabalho.”

Meu caro Pedro:
Quase 75%, já é alguma coisa... 
Parabéns "puto". Ficaste a saber como vai ser a tua vida: para conseguires estar entre os melhores, vais ter de de ser mesmo muito melhor.
Isso, vai dar-te muito trabalho...
Talvez melhor do que ninguém conheço a dimensão do teu sonho e, sobretudo, graças aos teus Pais, o que tens lutado por ele.
És um grande profissional, um grande trabalhador, um talento já reconhecido. 
Com a tua idade e na Figueira, "sem Pais ricos" (mas uns ricos Pais...) acredita, isso é quase um milagre ter acontecido...
Todavia, nunca te esqueças que estás em Portugal e na Figueira.
Em Portugal e na Figueira, quando havia dinheiro e trabalho, não havia tempo para ter filhos (a natalidade desceu com a melhoria das condições de vida - mas os teus pais fabricaram dois...); agora, quando não há dinheiro nem trabalho, não há condições para ter filhos (e temos cada vez mais cortes em tudo – até nos abonos).
Resumindo e concluindo: os filhos dos portugueses e dos figueirenses foram, portanto, um luxo dispensável.
Onde quer o palerma do teu tio chegar com isto, estás porventura a pensar com os teus botões?..
É simples: continua a trabalhar com o profissionalismo, a dedicação, a humildade e o talento que tens.
Porém, nunca te esqueças, que estás em Portugal e na Figueira, onde até os filhos foram um luxo dispensável...

“Puto”, a terminar, um grande abraço.
Ah, desta vez não te safas,  tens de pagar qualquer coisa...  
Um cafezinho serve. Vale?..

3 comentários:

José disse...

pois...75% não é tudo mas já é alguma coisa, não o que deveria ser mas um bom indicio para uma próxima ocasião e se esse moço continuar a ser aquilo que tem sido até hoje, acredito que irá chegar a sua vez, mantenha-se humilde como tem sido até hoje, que preserve os valores que no seio da família lhe transmitiram e um dia saiba transmitir aos seus descendentes, importante é não cair na asneira do envaidecimento pois costuma ser o primeiro passo em falso para a queda fatal mas acredito e tenho fé que com o Pedro isso não vai acontecer.
Parabéns ao Pedro e a quem lhe deu a educação e o comportamento que manteve até ontem e irá manterá no futuro.

Marciano disse...

Vou vendo algumas publicações e gosto! força nisso e grandes prémios e visibilidade, a uma figura da Figueira, irão concerteza surgir!

Anónimo disse...

Por mais que os modelos não tenham luz.
A maquina vence-os pelas mãos de Pedro Cruz.